Presidente quer dar chance a garotos antes de buscar reforço no Palmeiras

O gerente de futebol Cícero Souza e o presidente Mauricio Galiotte estão na Flórida (Agência Palmeiras/Divulgação)
O gerente de futebol Cícero Souza e o presidente Mauricio Galiotte estão na Flórida (Agência Palmeiras/Divulgação)


O Palmeiras fará contratações para 2020, mas, primeiro, dará chances a quem veio das categorias de base. O presidente Mauricio Galiotte deixou clara essa política ao falar com jornalistas em evento promovido pelos organizadores da Florida Cup, torneio amistoso que o clube participa nesta semana, em meio à pré-temporada, nos Estados Unidos.

- Fizemos um trabalho de reestruturação das categorias de base, já há algum tempo. Temos de aproveitar esses meninos. Estamos com oito já treinando no profissional e vamos entender exatamente o comportamento deles junto com um elenco que já é qualificado. Em um segundo momento, vamos ao mercado, mas de maneira muito clara, identificando o que o Palmeiras precisa para trabalhar de forma pontual - explicou o mandatário.

- Existe uma expectativa muito positiva para o ano que se inicia. Diferente dos anteriores, entretanto, faremos, sim, as contratações. Mas nos momentos adequados e da forma que entendemos nas posição em que o clube precisa. Neste ano, mudamos um pouco a nossa postura em relação ao mercado, mas sempre buscando um time competitivo - prosseguiu.

O Palmeiras começou uma temporada sem nenhuma contratação pela primeira vez desde 2011. A diretoria tem trabalhado no mercado mais focada em definir saídas e, de novidade no elenco, apenas atletas formados no clube: o goleiro Vinicius Silvestre, o zagueiro Pedrão e o atacante Wesley, que estavam emprestados para CRB, América-MG e Vitória, respectivamente, e o lateral-esquerdo Lucas Esteves, os meio-campistas Patrick de Paula, Gabriel Menino e Alan e os atacantes Gabriel Veron e Iván Angulo (este ainda à disposição da Colômbia para disputa do Pré-Olímpico), promovidos da base.

Sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, outra novidade para a temporada, o Verdão enfrenta o colombiano Atletico Nacional, nesta quarta-feira, e o norte-americano New York City, no sábado, ambos pela Florida Cup. No dia 22, estreia no Campeonato Paulista, diante do Ituano, e Mauricio Galiotte assegura que a semana que o clube está passando nos Estados Unidos não trará prejuízos.

- É um momento de preparação. Estamos trabalhando de maneira pensada, passo a passo. Entendo que o torcedor tem, neste momento, uma certa ansiedade, mas garanto que o Palmeiras terá um time muito competitivo, forte, com uma forma diferente de jogar, e sempre com muita competitividade. A infraestrutura que encontramos aqui tem tudo que precisamos para essa pré-temporada, tão importante para o clube - assegurou o presidente.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também