Presidente de Portugal defende Cristiano Ronaldo e critica Copa do Mundo no Qatar

Marcelo Rebelo de Sousa assistiu ao amistoso de Portugal (Foto: José Cruz/Agência Brasil Internacional)


Marcelo Rebelo de Sousa, presidente de Portugal, acompanhou nas tribunas do estádio José Alvalade a vitória por 4 a 0 da seleção portuguesa sobre a Nigéria, no último amistoso antes da Copa do Mundo. Após o jogo, o mandatário defendeu Cristiano Ronaldo, que vive polêmica após entrevista bombástica ao jornalista britânico Piers Morgan, e afirmou que todos os jogadores são importantes para a seleção.

+ Veja as camisas de todas as seleções para a Copa do Mundo 2022

- O Cristiano Ronaldo é um grande jogador, todos são grandes jogadores e são todos imprescindíveis. Conseguimos jogar bem com ele e sem ele - disse à RTP.

O presidente de Portugal fez duras críticas à escolha do Qatar como sede da Copa do Mundo, alegando que o país não respeita os direitos humanos.

- O Catar não respeita os direitos humanos, a construção dos estádios, é tudo muito discutível. Não é discutível, é sim criticável - afirmou.

+ Veja tabela e simule os jogos da fase de grupos da Copa do Mundo

O presidente analisou a vitória sobre a Nigéria, revelou o que disse aos jogadores e falou sobre as chances de Portugal faturar o título inédito.

- A equipa está engrenada. O primeiro tempo foi mais fácil do que o segundo, mas o fundamental é mostrarmos competência e espírito de equipa. Disse a eles que têm de estar motivados, cada jogo vai ser uma final. Estarei lá na próxima semana. Acredito (na conquista da Copa) mas é muito, muito difícil - concluiu.

Portugal embarca para o Qatar nesta sexta-feira (18). A estreia da seleção lusitana será no dia 24, às 13h (horário de Brasília), contra Gana.