Presidente do Napoli não quer jogo de volta das oitavas da Champions em Barcelona

·1 minuto de leitura
O atacante polonês Arkadiusz Milik de Nápoles tenta escapar do zagueiro italiano Alessandro Bastoni, da Inter de Milão, durante a partida da liga em 28 de julho de 2020 no estádio San Siro, em Milão

O presidente do Napoli, Aurelio De Laurentiis, declarou nesta quinta-feira que o jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões entre sua equipe e o Barcelona não deveria ser disputado na Espanha, onde surgiram novos casos de coronavírus.

"Eu ouço muita confusão e medo vindos da Espanha e eles agem como se não fosse nada", lamentou o italiano.

"O que você precisa fazer para dizer 'não vá para Barcelona, mas para Portugal, Alemanha ou Genebra?'", acrescentou.

Após o empate (1-1) no jogo de ida, o Barcelona deve receber o Napoli no dia 8 de agosto no Camp Nou. O vencedor vai jogar depois as quartas de final em Lisboa, Portugal. "Se eles decidiram que a Liga dos Campeões será disputada em Portugal e a Liga Europa na Alemanha, acho que podemos ir para Portugal ou Alemanha nas oitavas-de-final. Não entendo o motivo pelo qual devemos permanecer em uma cidade que apresenta sérios problemas", insistiu Aurelio De Laurentiis.