Presidente do Guarani fala sobre negociação de Davó com o Timão

Davó se destacou na Copa São Paulo deste ano ao marcar quatro gols em um jogo (Foto: Guarani FC/Divulgação)
Davó se destacou na Copa São Paulo deste ano ao marcar quatro gols em um jogo (Foto: Guarani FC/Divulgação)


O atacante Davó, jovem revelação do Guarani, está cada vez mais próximo do Corinthians. Nesta quarta-feira, Ricardo Moisés - presidente do Bugre - falou sobre o tema e confessou ser muito difícil a permanência do jogador, de apenas 20 anos, em Campinas.

SORTEIO
>Veja como ficaram os grupos da Copa Libertadores 2020

- Acho muito difícil a permanência dele. Negociamos 40% dos direitos em agosto. O Guarani permaneceu com 20%. Nesse acordo, foi permitido ele negociar com qualquer clube. Sabemos que existem conversas com o Corinthians. A gente tenta convencer para permanecer, mas empresários, família... Acredito que seja muito difícil a permanência dele - afirmou o cartola em coletiva de imprensa.




Destaque do Guarani na Copinha deste ano, Davó chamou a atenção do Corinthians. A diretoria do clube do Parque São Jorge negocia com os empresários do atacante desde antes do fim do Brasileirão e as conversas estão em estágio avançado. Os valores não foram revelados.

Apesar disto, o presidente do Bugre revelou que o clube permanecerá com 20% dos direitos do atleta. A única condição imposta ao Corinthians na negociação era não ceder Davó para a rival Ponte Preta no futuro. As conversas estão sendo feitas junto com a Elenko Sports - empresa de agenciamento de jogadores, que possui ótima relação com a diretoria do Timão.

- O Guarani já recebeu o valor referente aos 40% em agosto e vai permanecer com 20% para uma possível negociação - explicou Ricardo Moisés.




Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também