Presidente do Galo relata incidentes no jogo contra o Boca e promete receber os argentinos da mesma forma em BH

·1 minuto de leitura


O presidente do Atlético-MG, Sérgio Coelho, reclamou da forma como o Galo foi tratado pelo Boca Juniors no duelo de ida das oitavas de final da Libertadores. Coelho afirmou que houve incidentes antes e durante a partida que perturbou a equipe mineira.

O mandatário do alvinegro revelou que o time argentino será recebido da mesma forma que o Atlético foi em La Bombonera, esquentando o clima para o jogo da próxima terça-feira, 20 de julho, no Mineirão.

Sérgio Coelho também comentou sobre a suspensão dos árbitros de campo e de vídeo por um suposto erro no gol anulado do Boca, pelo VAR. O presidente afirmou que o Atlético não irá aceitar pressão externa. Confira nos vídeos as posições do dirigente.

Sérgio Coelho vai comandar o Galo no triênio 2021-2023, sucedendo Sérgio Sette Câmara
Sérgio Coelho vai comandar o Galo no triênio 2021-2023, sucedendo Sérgio Sette Câmara

O presidente do Galo não aprovou como o time foi recebido na Argentina pelo Boca- (Reprodução/TV Galo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos