Presidente do Fortaleza, sobre saída de David: 'Não tinha muito o que fazer'

·1 min de leitura
Divulgação/Fortaleza


Nesta segunda-feira (24), a saída do atacante David rumo ao Internacional foi oficializada tanto pelo clube gaúcho como também pelo próprio Fortaleza via comunicado oficial emitido no site do Leão.

>Receba as principais notícias com o novo canal do LANCE! no Telegram

Em palavras do presidente Marcelo Paz, a postura foi de reconhecer que não existiam muitas medidas a serem tomadas pelo clube já que, mesmo equiparando as condições oferecidas pelo time de Porto Alegre, o desejo de David era de que a transferência fosse concretizada.

Além disso, o mandatário também fez questão de elogiar a postura demonstrada pelo jogador que chegou ao Tricolor em 2020, participou de 112 partidas, marcou 25 gols, deu 12 assistências e conquistou o bicampeonato do Cearense: 2020 e 2021.

- Por parte do Fortaleza não tinha muito o que fazer, uma vez que o Inter chegou na condição de (pagar) a multa e de que o atleta entende que é hora de sair. Fizemos todos os esforços (para a permanência do jogador), conversamos, igualamos todas as condições, mas faz parte da vida e entendemos. (O clube tem) muito respeito pelo David, pela história dele, foi extremamente profissional no clube, passou por período vitorioso, fez gols, deu assistências, e foi um jogador importantíssimo. Então, deixo a minha gratidão a esse atleta, pessoa e cidadão, é um cara que eu gosto demais e torço por ele - disse Marcelo para o portal 'ge'.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos