Presidente do Flamengo ataca CBF após convocação de Paquetá, que vai desfalcar o clube

Goal.com
Eduardo Bandeira de Mello reclamou pelo fato de a entidade não ter interrompido os jogos de clubes em meio aos amistosos da Seleção

Presidente do Flamengo ataca CBF após convocação de Paquetá, que vai desfalcar o clube

Eduardo Bandeira de Mello reclamou pelo fato de a entidade não ter interrompido os jogos de clubes em meio aos amistosos da Seleção

Geralmente, ter um jogador convocado para a seleção de seu país é um orgulho para os clubes. No entanto, quando esta convocação representa desfalque para a agremiação o prejuízo técnico se faz notável.

É o caso do Flamengo, que através de seu presidente, Eduardo Bandeira de Mello, não escondeu a revolta por se ver desfalcado de Lucas Paquetá em três jogos, incluindo o de ida da semifinal da Copa do Brasil contra o Corinthians.

O jovem rubro-negro foi um dos 24 nomes listados por Tite para os amistosos do Brasil contra Estados Unidos e El Salvador, nos respectivos dias 7 e 11 de setembro. Desta forma, será desfalque contra Internacional e Chapecoense, no Brasileirão, além do já citado embate perante o Alvinegro Paulista.

“Fomos prejudicados. Interferir no equilíbrio da semifinal da principal competição mata-mata do Brasil para disputar dois amistosos sem expressão é lamentável”, reclamou Eduardo Bandeira de Mello, que foi além e disse que a CBF “Não respeita nem a competição que organizam”.

Leia também