Presidente eleito, Lula anuncia medalhista olímpica como ministra do Esporte


Medalhista olímpica, Ana Moser será a ministra do Esporte nos próximos quatro anos. Presidente em exercício a partir do dia 1º de janeiro de 2023, Lula anunciou, por meio das redes sociais, a reconstrução do Ministério do Esporte com a ex-jogadora de vôlei sendo a primeira mulher a comandar a pasta. Nos últimos quatro anos, por decisão do governo em vigor até o próximo sábado, dia 31 de dezembro, a pauta de esportes se tornou uma secretaria especial, dentro do Ministério da Cidadania.

No anúncio, o presidente eleito ressaltou a conquista do bronze olímpico, além de ter atuado na Comissão Nacional de Atletas do Conselho Nacional de Esportes e ter sido presidente e fundadora do Instituto Esporte e Educação, criado em 2001.

+ Veja a movimentação do Mercado da Bola

lula ana moser
lula ana moser

Lula anuncia Ana Moser como a nova ministra do Esporte (Foto: Reprodução)

Aos 54 anos, Ana Moser participou do setor de esportes no grupo de transição para o governo de Lula. No seu instituto, ela atendeu mais de 6 milhões de crianças e jovens, além de ter capacitado mais de 55 mil professores e educadores por todo o país.

Como atleta, Ana Moser conquistou o bronze olímpico nos Jogos de Atlanta, em 1996. Ela também foi prata no Campeonato Mundial em 1994, quando a Seleção Brasileira perdeu para Cuba, com grandes atuações de Regla Torres e Mireya Luis, considerada, por muitos admiradores, a maior atleta da história da modalidade.

Antes da edição de 1996, ela disputou os Jogos Olímpicos de Seul, em 1988, e de Barcelona, em 1992. No entanto, a Seleção não integrou o pódio nas duas oportunidades.

Ana Moser comandará pasta que foi criada em 1995. Na época, Pelé foi escalado para ser o primeiro ministro do Esporte do país. Agora, com o seu anúncio, ela se torna a primeira mulher a ocupar o cargo.