Presidente do Fortaleza elogia atacante do Palmeiras e quer campeões estaduais definidos no campo

Yahoo Esportes
Wesley, atacante do Palmeiras, interessa ao Fortaleza. Foto: Bruno Ulivieri/AGIF
Wesley, atacante do Palmeiras, interessa ao Fortaleza. Foto: Bruno Ulivieri/AGIF

O Fortaleza também aguarda a volta do futebol com muita expectativa, respeitando as decisões governamentais. No Ceará, o isolamento social foi estendido até dia 20 de maio e os times ainda não retomaram as atividades presenciais nos treinamentos.

O blog conversou com o presidente Marcelo Paz, a respeito do assunto. Na entrevista exclusiva, Paz pediu critério e lembrou das grandes dificuldades financeira enfrentadas por todos, com a pandemia do CoronaVírus.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Você é contra a volta dos treinamentos agora? A dupla Grenal retornou.

Se o Governo do RS autorizou, não vejo problema. A questão é local. O RS, até onde eu sei, tem uma incidência muito menor do vírus, está mais controlado. Agora, futebol é cíclico. Eles podem até terminar o campeonato gaúcho, mas como vão terminar o Brasileiro, se os outros estados estão parados? Os clubes precisam estar numa engrenagem. No nosso caso, o governo estendeu o isolamento social com mais rigor, até 20 de maio. Tenho certeza que Grêmio e Inter estão seguindo protocolos muito rígidos. Vamos aguardar, com cada clube fazendo sua parte.

Até onde o Fortaleza aguenta sem futebol. na questão financeira?

Ah, muitos clubes não vão sobreviver se voltar só no fim do ano. Junho já será muito difícil. Esse mês de maio será muito longo. Sem as normalizações das receitas, será muito complicado. Clube de futebol não foi feito para ter sobra de caixa. O que tem é reinvestido com compra de jogador, melhora a estrutura. Talvez Goiás e Athletico-PR tenham pela venda de atletas. Futebol não tem lastro para isso. Todos estão sofrendo.

Você acha que os campeões estaduais devem ser proclamados, sem datas para o retorno dos torneios?

Eu acho que não. Será injusto. Se o Estadual tem jogos restantes, aqui tem mais cinco rodadas, muita coisa pode acontecer. Qual o critério de ser o melhor? Aqui, o Ferroviário é o líder por pontos, com um jogo a mais, mas o Fortaleza tem melhor aproveitamento, com um jogo a menos. Na Copa do Nordeste, o Fortaleza é o melhor entre todos, com mais pontos. Ou se joga no campo ou ficará um traço nessas competições. Mas ainda acho que serão concluídos com cinco datas, sem deslocamentos.

Fortaleza depende muito do Rogério Ceni e vice-versa ou não dá para ser tão enfático assim.

Rogério é um grande profissional e para mim e muita gente, é o maior treinador da história do Fortaleza, pelas conquistas recentes e por tudo que fez, desde 2018. É um profissional que tenho muito respeito e carinho e tenho certeza que irá trilhar muitos caminhos em clubes gigantes. Fortaleza também faz muito bem ao Rogério. O clube o abraçou, acolheu, aceitou as ideias dele com o modelo de jogo e a forma de gerenciar. Os resultados vieram para nós e para ele. Quando veio o Cruzeiro, achei que ele não ia porque ele havia rejeitado outras propostas, mas ele aceitou. Não queria sua saída, mas entendi. O convidei para voltar e ele ficou em dúvida, mas retornou e colocou o Fortaleza na melhor colocação de um time cearense. Como treinador, está construindo uma marca aqui e uma hora voltará ao São Paulo, por tudo que ele representa.

Wesley, atacante do Palmeiras, interessa ao Fortaleza?

Bom jogador. Fez a Série B pelo Vitória no ano passado. Jogador rápido. O conheço e sempre acompanhei o mercado da bola. Wesley é um jogador interessante, que nós olhamos sim e tem uma característica boa.

O Fortaleza está disputando o Campeonato Cearense e a Copa do Nordeste. Ainda tem presenças confirmadas nas oitavas-de-final da Copa do Brasil e na Série A do Brasileiro.

Leia também