Presidente da UEFA ameaça clubes: 'Se eles são a Superliga, não podem jogar a Champions'

LANCE!
·1 minuto de leitura


Nesta sexta-feira, o presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, ameaçou os clubes que ainda fazem parte da Superliga Europeia. Segundo o esloveno, Real Madrid, Barcelona, Milan e Juventus não devem mais jogar a Champions League.

Veja o mata-mata da Champions

- É claro como um cristal que clubes vão ter que decidir se são da Superliga ou se são clubes europeus - disse Aleksander Ceferin em entrevista à agência de notícias 'AP'.

A dura crítica e ataque de Aleksander Ceferin aos clubes da Superliga continuou, e o executivo ainda fez uma ameaça à eles.

- Se eles estão na Superliga, então não podem jogar a Champions League, claro... e se eles estão prontos para isso, podem jogar o seu próprio campeonato - ameaçou o presidente da UEFA.

Ceferin ainda comentou a atitude dos clubes ingleses, que já optaram por deixar a Superliga.

- Para mim, é uma situação muito diferente entre os clubes que admitiram seu erro e disseram, 'Vamos deixar o projeto.' Os outros, principalmente, sabem que eu diria que este projeto está morto, mas eles não querem acreditar, provavelmente - falou o esloveno.

Segundo Ceferin, a UEFA já se comunicou com as Federações Nacionais e as Ligas. Dessa forma, espera-se um posicionamento destas em pouco tempo.

- Nós concordamos hoje (sexta-feira) no Comitê Executivo em nos conectarmos com as federações de futebol, as associações nacionais e ligas envolvidas. Faremos isso na próxima semana e veremos. Seria bom podermos ver o que ligas específicas podem fazer, o que as federações podem fazer e o que a Uefa pode fazer - concluiu.