Presidente da Fifa diz que Copa a cada dois anos pode ajudar seleções africanas: 'Dá esperança'

·1 min de leitura
Infantino afirma que Copa do Mundo bienal não é uma ideia da Fifa (Foto: GIUSEPPE CACACE / AFP)


Nos últimos meses, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, polemizou ao dizer que gostaria de realizar a Copa do Mundo a cada dois anos. Mesmo após as massivas críticas de torcedores em geral, além de outras entidades, como a Uefa, o mandatário reforçou o desejo da mudança e disse que a mesma pode ajudar as seleções africanas.

+ Próximo do Mundial, Chelsea tem elenco insatisfeito com Tuchel

- Vemos o futebol a desenvolver-se para uma direção onde alguns têm tudo e a maioria não tem nada. Na Europa, o Mundial é realizado duas vezes por semana porque os melhores jogadores do mundo jogam lá. Temos de incluir o mundo inteiro, especialmente a África - disse Infantino, durante uma reunião do Conselho da Fifa, antes de emendar:

+ Lyon nega acordo com Newcastle por venda de Bruno Guimarães

- Temos de dar aos africanos a esperança de que eles não têm de atravessar o Mediterrâneo para que possam ter uma vida melhor aqui. Temos de dar-lhes oportunidades e dignidade. Na Europa demorou séculos para que houvesse uma mudança. Há muito a ser feito, muito a mudar - completou o presidente da Fifa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos