Ex-chefe de Schumacher revela visitas mensais e desabafa: “Gostaria que a situação fosse diferente”

Redação GP
Grande Prêmio

Presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), Jean Todt revelou que visita Michael Schumacher pelo menos “duas vezes por mês”. O dirigente é um dos poucos que mantém contato com o heptacampeão.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

Em dezembro de 2013, Schumacher sofreu um acidente enquanto esquiava nos Alpes franceses. O germânico bateu com a cabeça em uma rocha e sofreu um traumatismo craniano grave. Desde então, porém, pouco se sabe sobre a condição de saúde de Michael, já que a família optou por preservar a privacidade dele.


O ex-chefe da Ferrari, no entanto, segue tendo acesso ao piloto e faz visitas frequentes à residência da família. “Eu amo Michael. Eu vejo a família dele”, disse Todt ao jornal ‘The Times’. “Eu gostaria que a situação fosse diferente”, desabafou.


O dirigente afirmou que visita a casa de Schumacher “no mínimo duas vezes por mês”.

Leia mais
Vandoorne assina com HWA na FE e forma dupla com Paffett em 2018/19
Wolff vê Mick Schumacher com potencial para ser piloto “dos grandes”
Massa destaca desafio que representa guiar carro da FE e afirma que aprendizado "é dia a dia"

Leia também