Presidente da Federação Francesa diz que Zidane está no topo da lista para treinar seleção

·1 min de leitura

Pode ser que treinar Messi, Neymar e Mbappé não seja o próximo passo de Zidane. Noel Le Graet, presidente da Federação Francesa de Futebol, disse que o ex-jogador encabeçaria a lista para substituir Didier Deschamps, atual técnico da seleção francesa.

— Acabámos de garantir a qualificação para o Mundial e não é o momento para falar sobre a sucessão. Todos sabem o que estamos pensando. Imaginem que Deschamps diz que não quer continuar. Evidentemente, o nome de Zidane irá surgir, isto se ele estiver livre — disse Graet.

Cotado para o PSG, o presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaifi, comentou a possível contratação do ex-jogador francês. Durante a premiação Bola de Ouro, elogiou o trabalho do atual técnico do clube, Mauricio Pochettino, e se esquivou dos boatos da possiblidade de Zidane no cargo.

— Não temos contato (com Zidane), mesmo que ele seja um técnico de ponta. Ele (Pochettino) está aqui, estamos muito felizes. Está fazendo um bom trabalho. Precisamos de tempo também. Não quero falar sobre os rumores ainda.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos