Presidente da Conmebol acredita que Libertadores voltará em maio


Após o anúncio pela manhã do adiamento da Copa América, o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, confirmou em entrevista à 'ESPN' da Argentina que a intenção é que os jogos da competição voltem a acontecer no dia 6 de maio. No dia 12 de março, a entidade anunciou a paralisação do torneio por conta do COVID-19.

- Vamos seguir avaliando a evolução (do vírus) e como isso transcorre durante o tempo. Mas entendemos também que, pelas previsões em um cenário ideal, a situação vai estar sob controle no mês de maio. Então, nós vemos isso como uma possibilidade de reiniciar a Libertadores no dia 6 de maio.

A Copa Sul-Americana depende do retorno da Libertadores para que seja reiniciada. Pelo regulamento, a partir da segunda fase da Sul-Americana, times que forem eliminados na fase de grupos da Libertadores (e alguns da fase prévia) entrarão na competição eliminatória.

Apesar de ainda não ter muitos casos confirmados em relação a outros países, aproximadamente mil testes deram positivo na América do Sul. No Brasil, o coronavírus fez a primeira vítima fatal nesta terça-feira (17), no estado de São Paulo.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também