Presidente da CBF, Rogério Caboclo diz que quer comprar vacinas contra a Covid-19 para o futebol

LANCE!
·1 minuto de leitura
Presidente da CBF, Rogério Caboclo diz que quer comprar vacinas contra a Covid-19 para o futebol
Rogério Caboclo, presidente da CBF. Foto: Thiago Ribeiro/AGIF
Rogério Caboclo, presidente da CBF. Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

O presidente da CBF, Rogério Caboclo, afirmou em entrevista ao blog da Marília Ruiz, no 'Uol', que deseja comprar vacinas contra a Covid-19 para o futebol, caso a permissão seja concedida em votação no Congresso Nacional. Caso aprovado, o projeto precisaria, ainda, ser sancionado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

- Estamos acompanhando as discussões no Congresso e, caso seja liberado, sim temos interesse em comprar vacinas para o futebol - disse.

Leia também:

O projeto da deputada Celina Leão (PP), que está sendo votado nesta terça-feira, prevê que a empresa que quiser comprar a vacina terá que seguir regras de ordem dos grupos prioritários do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde. O texto original já apresentou diversas alterações para diminuir a oposição de alguns partidos, podendo assim, ser aprovado.

Sobre o 'Auxílio-Emergencial' dado aos clubes em 2020, quando o futebol estava paralisado, Caboclo afirmou que esse beneficio não deve se repetir desta vez.

- Fizemos isso no ano passado quando do 'susto' causado pela 'paralisação das máquinas'. Todos fomos surpreendidos. No total, a CBF gastou R$ 525 milhões. R$ 170 em antecipações de cotas a juros zero e doações. Todos os clubes que tinham cotas e dinheiro a receber, de contratos de longo prazo, puderam retirar esses valores sem desconto. (...) Doamos para times das séries C e D, para arbitragem e para o futebol feminino. Neste ano, ainda não achamos que é o caso - concluiu.