'Presidente da CBF está se mostrando um ditador', diz Casagrande

LANCE!
·1 minuto de leitura


Com a transferência de partidas do Paulistão 2021 e da Copa do Brasil para o estado do Rio de Janeiro, o ex-jogador Walter Casagrande criticou os presidentes da Federação Paulista de Futebol (FPF) e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Durante o "GloboEsporte SP" desta terça-feira, o comentarista avaliou que os dois diretores não estão respeitando a pandemia do Covid-19.

> Confira a classificação atualizada do Paulistão 2021 e simule os resultados

- É vergonhoso o que está acontecendo. O presidente da Federação Paulista e da CBF resolveram não respeitar nada. Não prestaram atenção no número de mortes que está acontecendo pelo país, falta de oxigênio e pessoas morrendo na fila por uma vaga de UTI - disse o comentarista.

- Tem pessoas morrendo em Brasília e sendo deixadas no chão porque o necrotério está lotado. Olha o tamanho do problema que temos no Brasil. Esses dirigentes não conseguem aceitar. São dois negacionistas, e o presidente da CBF está se mostrando um ditador - completou Casagrande.

O ex-atleta também criticou o presidente da república, Jair Bolsonaro, afirmando que enquanto ele "envergonha o país na parte política, o presidente da CBF envergonha o futebol brasileiro".