Presidente da CBF afirma que substituto de Tite na Seleção será discutido apenas em janeiro


Após notícias divulgadas sobre o possível substituto de Tite, que já anunciou que vai deixar o comando da Seleção Brasileira após a Copa do Mundo do Qatar, a CBF lançou uma nota nesta quinta-feira desmentindo qualquer rumor sobre o assunto.

+ Vice da CBF revela consulta por Guardiola e avalia Abel Ferreira na Seleção: 'Não seria estrangeiro'

Nesta, Ednaldo Rodrigues, presidente da entidade, afirma que a questão sobre o novo comandante será tratada apenas em janeiro, após o Mundial.

O mandatário salientou que o foco do estafe e diretoria da CBF está no Qatar e na conquista do hexacampeonato. A equipe comandada por Tite faz treinos no CT da Juventus, em Turim, até o sábado, quando embarcará ao país do Mundial.

+ Tite faz testes e esboça times em treino da Seleção Brasileira em Turim

NOTA DA CBF:

"O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, informa que, desde a data que assumiu o cargo, jamais tratou com qualquer dirigente do futebol do futuro comando técnico da seleção brasileira após a Copa do Mundo.

Rodrigues afirma que nunca conversou sobre a questão com qualquer vice presidente da entidade, presidente de federação, dirigente de clube ou familiar.
O presidente reitera que a entidade está focada 100 % na conquista do hexacampeonato, sob o comando do técnico Tite

"Qualquer notícia em contrário é mentira. Não sei o intuito de fazerem isso. Essa questão só será tratada em janeiro", afirma o presidente da CBF."