Presidente da CBB anuncia medidas para conter gastos

Recém-eleito, Guy Peixoto afirma que as mudanças trarão uma economia anual de dois milhões por ano

O presidente da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), Guy Peixoto, anunciou, nesta sexta-feira, quatro medidas tomadas por sua equipe de trabalho, que resultarão em um corte significativo nos gastos mensais da entidade nos quatro anos vindouros.

As iniciativas são: devolução de duas salas na sede da entidade que vinham sendo sub-utilizadas; devolução do apartamento funcional utilizado pelo presidente anterior; cancelamento dos celulares corporativos; e eliminação dos gastos do dia-a-dia do presidente, incluindo viagens, alimentação e outros gastos de representação, custos alocados diretamente à Confederação nos últimos anos.

- Com estas quatro medidas teremos uma economia anual de cerca de R$ 2 milhões, o que nos quatro anos de nossa gestão, trarão uma economia de R$ 8.000.000,00. E, dentro do compromisso assumido de trabalhar sempre de forma transparente, anunciando todas as nossas medidas e ações, estamos notificando a comunidade do basquetebol sobre essas importantes e necessárias iniciativas, que são apenas as primeiras de uma série a serem implementadas, buscando trazer de volta o equilíbrio econômico/financeiro da entidade - afirma Peixoto.

Guy assumiu a presidência em março e tem como meta melhorar a situação da CBB que, desde o ano passado, está desvinculada da Federação Internacional de Basquete (Fiba). O presidente tinha uma reunião marcada com a entidade internacional, mas, por problemas, foi, por duas vezes, adiada.





E MAIS: