Presidente do Cruzeiro mostra otimismo com melhora na situação financeira e fim dos atrasos salariais

·1 minuto de leitura


O Cruzeiro segue sofrendo com as dificuldades financeiras, com a maior crise de sua história, iniciada em 2019, quando o clube sofreu com os desmandos da gestão Wagner Pires de Sá e erros de administrações anteriores.

A atual direção, de Sérgio Santos Rodrigues, admitiu que os salários continuam atrasados, mas em alguns casos, há folhas que foram quitadas parcialmente.

- Não (está atrasado), porque algumas partes, às vezes a gente paga parte. Difícil dizer (quanto está atrasado) em meses. A gente corta: vamos pagar pelo menos um tanto este mês, este mês vamos pegar um percentual maior de CLT, de imagem-disse o presidente ao Canal Ligados, que todos no clube estão cientes e a situação terá um cenário melhor num futuro próximo.

- Claro, tem que estar. Nosso papel é isso, explicar, mostrar para eles. Pelo contrário. A gente está trabalhando para que essa solução ocorra. O cenário vai melhorar-completou o presidente da Raposa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos