Presidente do Barcelona revela decepção após saída de Messi

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Joan Laporta, presidente do Barcelona, afirmou ter se sentido decepcionado com Lionel Messi após sua saída para o Paris Saint-Germain. Em entrevista à "RAC1", o mandatário afirmou que houve pressão do clube francês, mas que acreditava que o argentino permaneceria na Catalunha.

- Aprecio muito o Messi para ficar zangado com ele, mas chega um momento em que há certa decepção de ambas as partes. Eles queriam ficar, mas houve muita pressão pela oferta do PSG. Imagino que sabiam que se não assinassem com o Barcelona, teriam a oferta do Paris Saint-Germain. Posso estar delirando, mas por um momento tive a ilusão de que Messi diria que jogaria de graça.

> Veja a tabela da La Liga

Laporta também comentou sobre a sondagem que o clube fez a Neymar na última janela de transferências de verão. No entanto, o presidente afirmou que não teria como bancar a chegada do craque brasileiro.

- No verão, quando fomos atrás de Neymar, não estávamos com todas as informações. Acreditávamos que havia mais margem de endividamento, mas ele cedeu à proposta do PSG apesar de que tinham nos dito que ele gostaria de voltar. O resultado de não ter vindo foi bom.

Apesar de não ter contratado Neymar e ter perdido Lionel Messi, o Barcelona segue monitorando o mercado em busca de novos reforços para a próxima temporada. Laporta garantiu que o clube terá margem para novos investimentos e que o elenco deve melhorar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos