Presidente do Avaí cobra dívida do Atlético-MG pela venda de Guga

Valinor Conteúdo
LANCE!


O presidente do Avaí, Francisco Battistotti, cobrou publicamente o Atlético-MG clube mineiro não ter quitado parte da compra do lateral-direito Guga, na negociação realizada no fim de de 2018. Guga acertou contrato com o Galo até 2023 e está no time mineiro desde janeiro de 2019 após boa Série B pela equipe catarinense.

-Tem time que está me devendo e está contratando. Não me paga. É o Atlético. Eu estou ameaçando fazer uma denúncia nele, pois está me devendo o valor que é de 30% da última parcela, que não pagou, e eu estou ameaçando denunciar na CBF e eu vou fazer isso- disse o Francisco em entrevista à Rádio CBN, de Florianópolis.

Guga custou R$ 8 milhões aos cofres do clube e ainda faltam R$ 2,4 milhões segundo do dirigente do Avaí. O lateral por ser jovem e ter passagens de destaque na seleção olímpica, é visto como uma venda futura com bom retorno para a equipe de Belo Horizonte.

No Atlético-MG, Guga tem 42 jogos e sete assistências, mas sem se consolidar como o titular absoluto da posição. O Galo ainda não se manifestou sobre a situação.



Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também