Presidente do Atlético-MG detona Carioca: 'O final foi uma bagunça!'


O presidente do Atlético-MG, Sérgio Sette Câmara, deu uma declaração polêmica ao citar que os campeonatos estaduais vêm se tornando pouco atrativos aos olhos do público e dos patrocinadores. Em webinar transmitido na última segunda-feira pelo canal de YouTube do LANCE!, o dirigente do Galo fez duras críticas à falta de organização do Campeonato Carioca.

- Pelo que vimos agora no Carioca, uma vergonha, vamos falar a verdade, né?! Pô, no Rio, acaba tudo em esculhambação. Vão flexibilizar a pandemia aí vimos o que vimos no Leblon (em referência às aglomerações em bares do bairro da Zona Sul) - e, em seguida, falou sobre os efeitos da ruptura de contrato da Rede Globo com os clubes e de como as equipes lidaram com a pandemia do novo coronavírus:

- A bagunça que foi o final do Campeonato Carioca transmissão por SBT, FlaTV, com pichação de muro. Clubes que tinham voltado há muito tempo mesmo contra as orientações das autoridades sanitárias, outros que não voltavam e tinham de colocar em campo clube com duas semanas de treinamento arriscando lesões graves... - completou.

Clique no player abaixo e veja a live completa





Em seguida, o mandatário do Galo fez um contraponto com a organização para o retorno do Campeonato Mineiro.

- Aqui em Minas não. Sempre conversando com o Serginho (Sérgio Rodrigues, presidente do Cruzeiro), com o Salum (Marcos Salum, presidente do América-MG). A Federação Mineira andou de uma forma "mineira", tranquila, sem criar nenhum alarde. A verdade é que os estaduais já não têm mais interesse para as grandes emissoras - declarou.

O LANCE! procurou a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), que não quis se manifestar sobre a declaração de Sette Câmara.

A reportagem entrou em contato com Flamengo e Vasco, clubes de ponta que participaram ativamente da elaboração do protocolo "Jogo Seguro" para o combate à COVID-19 e se reuniram com autoridades para definir quando aconteceria a volta a campo em junho. Porém, ambos não quiseram se pronunciar.

No Botafogo, que se opôs a uma volta do futebol no mês de junho, também o presidente Nelson Muffarej não quis se manifestar sobre o assunto. Porém, o membro do comitê executivo Carlos Augusto Montenegro concordou com a declaração de Sette Câmara.

- Foi assim mesmo que aconteceu - afirmou, em contato rápido com o LANCE!.

O Fluminense, que também se mostrou contrário a uma retomada em junho, até o momento não se manifestou sobre o que o dirigente do Galo disse durante a live realizada na última segunda-feira.

Ministrado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Minas Gerais, o seminário online teve o editor e fundador Walter de Mattos Júnior representando o LANCE!. Além de Sette Câmara representando o Atlético-MG, o presidente do Cruzeiro, Sérgio Rodrigues, e o diretor de futebol do América-MG, Paulo Bracks, falaram sobre a nova legislação do futebol.

Além disto, o debate teve as participações de Pedro Trengrouse, advogado e vice-presidente da Comissão Especial de Direito de Jogos Esportivos e Entretenimento do Conselho Federal da OAB; o deputado federal Pedro Paulo (DEM-RJ) relator do Projeto de Lei do clube-empresa e autor da emenda da Liga na MP 984; Samy Chafic, presidente da Comissão de Assuntos Legislativos da OAB-MG; Paola Longo, advogada e vice-presidente da Comissão de Assuntos e Processos Legislativos da OAB-MG; Valquiria Valadão, advogada e secretária-geral adjunta da OAB-MG.


Academia LANCE! ministrará webinar sobre esportes e negócios

A partir do dia 4 de agosto, o LANCE! vai ministrar uma série de webinars para debater assuntos envolvendo esporte, marketing e finanças. Na palestra inicial, o editor e fundador do L!, Walter de Mattos, e o advogado e coordenador acadêmico do programa FGV/FIFA/CIES em Gestão de Esporte, Pedro Trengrouse, receberão Fábio Coelho, vice-presidente do Google Inc. e CEO do Google Brasil.

*Atualizada às 17h53






















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também