Presente em todo o campo, Douglas é o destaque que o Vasco precisava

Ainda que não tenha marcado nenhum gol na final da Taça Rio contra o Botafogo, Nenê ainda é o principal nome deste time do Vasco da Gama. O camisa 10 lidera praticamente todas as estatísticas do Gigante da Colina no Campeonato Carioca.

No entanto, a excelente notícia para o torcedor vascaíno após a conquista da décima Taça Rio da história do clube é Douglas. O jogador, revelado pelo clube de São Januário, é o toque diferente na transição entre defesa e ataque e, aos 18 anos, mostra que poderá ser um dos destaques cruzmaltinos ao longo da temporada.

Autor do primeiro gol nos 2 a 0 sobre o Botafogo, domingo (16), Douglas vem mostrando um bom futebol desde suas exibições em 2016. Só que neste início de 2017, o jovem meio-campista é um dos grandes destaques do time.

Douglas Vasco Botafogo Taça Rio Carioca 16 04 2017

(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Participativo em todos os momentos do jogo, Douglas só não fez mais gols do que Nenê, Yago Pikachu e Thalles [todos com 3 gols, contra 2 de Douglas] no estadual. Além disso, apenas Nenê, que joga do meio para a frente, arriscou mais arremates certos do que o volante vascaíno [18 contra 8].

O gol marcado contra o Botafogo, já no finalzinho do clássico, foi o primeiro grande momento de Douglas pelo time profissional do Vasco, e pela habilidade que o meio-campista vem apresentando o torcedor cruzmaltino pode ficar animado ao ver o camisa 8 em campo. Treinador da equipe de São Januário, Milton Mendes não esconde a rápida admiração que teve ao trabalhar com o jovem atleta.

“Tem um potencial enorme. Tenho certeza que nos próximos tempos será uma peça fundamental na Seleção Brasileira. Tem uma margem de progressão ainda muito maior (...) Ele tem um coração quente, mas uma mente gelada. Ele em campo se transforma, parece um veterano. Um menino de 18 anos, aparelho nos dentes, você conversa e ele fica envergonhado, mas com um coração e caráter extraordinários”.