Em preparativo para Copa, Rússia testa suas equipes de emergência

Se preparando para receber a Copa das Confederações neste ano e a Copa do Mundo de 2018, a Rússia realizou diversos exercícios antiterrorismo, nesta sexta-feira, com as equipes de bombeiros e ambulâncias da cidade de Kazan, que fica cerca de 12 horas de Moscou.

Dentro da simulação, havia pessoas com sangue falso e curativos sendo carregadas de um hotel local. As equipes de segurança trabalharam para tirar as vítimas feridas de um hotel até as ambulâncias e para garantir a segurança das áreas ao redor do prédio.

Em entrevista na semana passada durante uma visita ao país do Leste Europeu para ver como estão as preparações e os progressos das construções, Gianni Infantino, presidente da Fifa, afirmou que a Rússia irá sediar “a melhor Copa do Mundo da história”.

Leia mais:

Infantino anuncia que Copa do Mundo de 2018 terá árbitro de vídeo

Rússia teme falta de torcedores na Copa das Confederações

“Pelo o que eu tenho visto até agora e particularmente após a visita, eu estou ainda mais convicto que essa será a melhor Copa do Mundo da história”, declarou Infantino. “E eu tenho algumas comparações com outras competições de meus trabalhos anteriores. Estou convencido que será um grande sucesso”.

A Rússia vem sendo muito criticada por não conseguir controlar o racismo e os casos de brigas entre torcidas organizadas entre adeptos dos times locais. Além disso, o Zenit passou a proibir a entrada de mochilas no seu estádio após recentes caso de atentado terrorista.

Na fase de grupos da Copa das Confederações, o estádio de Kazan receberá três partidas e seleções importantes no cenário internacional, como Portugal, México, Alemanha e Chile, além dos anfitriões do torneio.