Preparador de goleiros, ídolo Carlos Germano deixa o Vasco

Felippe Rocha
·2 minuto de leitura


O Vasco deixará de ter um ídolo em seu dia a dia. Herói de um dos melhores períodos da história do futebol cruz-maltino, Carlos Germano não é mais o preparador de goleiros do time profissional. Esta informação foi publicada originalmente pelo canal no Youtube "Atenção, Vascaínos". O LANCE! apurou que Germano, na sequência, deixará o clube.

Esta era a segunda passagem do ex-goleiro na função que ocupou durante um ano e, antes, entre 2009 e 2014. Nos períodos, conviveu com outros nomes históricos, como Fernando Prass, ajudou na formação de jovens, mas também ficou marcado por goleiros que falharam sequencialmente em 2013.

-> Confira a tabela do Campeonato Carioca

Carlos Germano também atuou noutras funções na formação de goleiros do Vasco nos últimos anos. Como jogador, ele foi revelado no Vasco e foi profissional do clube entre 1990 e 2000. Esteve na Copa do Mundo de 1998.

Confira a nota publicada no site oficial do Cruz-Maltino:

"Vasco da Gama e ídolo cruzmaltino encerram vínculo profissional nesta quinta-feira (04/03)

Nesta quinta-feira (04/03), o ídolo cruzmaltino Carlos Germano se despede oficialmente de sua passagem como treinador de goleiros do Club de Regatas Vasco da Gama.

Como parte do processo de reestruturação adequada à nova realidade financeira do Vasco, o Clube comunica o desligamento do ex-atleta de suas funções no departamento de futebol e agradece pelos serviços prestados ao longo dos últimos anos.

Poucos são aqueles que conseguem brilhar em campo, como referências esportivas, e ainda contribuir fora das quatro linhas. Por isso, o Vasco da Gama estende seu mais sincero agradecimento a este profissional, que tanto se dedicou às cores do Clube.

Germano marcou história no Vasco na década de 1990, tendo conquistado alguns dos principais títulos da história do Clube. O Vasco da Gama estará sempre de portas abertas para seus ídolos."