Preparador físico do Corinthians explica treinamentos do elenco


Os jogadores do Corinthians permanecem em isolamento doméstico e, portanto, estão treinando sob as orientações à distância da comissão técnica do clube. Nesta quinta-feira, o preparador físico Michel Huff, explicou na TV oficial corintiana como estão sendo esses treinamentos e quantas frentes estão sendo trabalhadas durante esse período em meio à pandemia de coronavírus.

Segundo Huff, neste momento a preparação se encaminha para uniformizar as cargas de trabalho, que seria exatamente a última parte do processo antes de um possível retorno às atividades no CT Joaquim Grava, quando houver a liberação das autoridades de saúde do estado de São Paulo, que permanece em quarentena pelo menos até o dia 31 de maio.

- Entramos agora na última fase, em que os jogadores receberam orientações para que a gente possa uniformizar as cargas de trabalho e também aumentar a variabilidade do treinamento. Nesses exercícios propostos temos força, resistência e prevenção - disse o profissional.



Mas esse trabalho não começou há pouco tempo, o planejamento já vem desde o início do isolamento, em 17 de março. De lá para cá os procedimentos foram sendo alterados conforme a necessidade, como por exemplo a adaptação para o período de férias antecipadas, em que os atletas diminuíram a carga, porém não pararam com os exercícios propostos.

- Em 17 de março nós inciamos o período de confinamento, em que os jogadores receberam orientações médicas e também orientações do departamento de preparação física e fisiologia, como também de nutrição. Nesse período, que foi até o dia 1º de abril, os jogadores receberam atividades físicas para serem executadas em seis dias da semana. Logo após isso tivemos o período de férias, em que os jogadores diminuíram um pouco a carga que estava sendo proposta e se mantiveram em atividade. A cada dez dias receberam novas orientações e foram atualizados do treinamento. Agora, a partir do dia 5 de maio, nós iniciamos essa fase final.

Para acompanhar as necessidades e particularidades de cada atletas durante o isolamento, os profissionais do departamento físico enviam constantemente questionários para serem respondidos em relação aos exercícios de cada um. Baseados nas respostas, preparadores e fisiologista orientam as mudanças.

- O controle da carga é feito por meio do bem estar, nós temos esse questionário que é enviado diariamente para os jogadores, em que eles respondem as perguntas. Nessas perguntas temos situações em relação ao estado físico, peso corporal, qual treino foi executado, qual a percepção de esforço após o treino e orientações diárias em relação ao período e horário que o treino foi executado, além de detalhes importantes para a gente controlar a carga de treinamento - explicou Michel Huff.

Por fim, o preparador corintiano detalhou as quatro frentes em que os profissionais do clube trabalham neste momento: o bem estar do jogador, de acordo com as respostas do questionário, divisão do elenco em cinco grupos, cada um deles com um profissional da preparação física, acompanhamento dos fisioterapeutas para casos específicos e instruções da nutricionista.

- Nós estamos atacando em quatro frentes, que seriam os treinamentos individuais propostos para serem executados no domicilio. Nós temos o bem estar, que também faz parte desse programa individual. Como eu falei anteriormente, eles enviam as respostas para a gente por meio desse questionário, como estão se sentindo em relação à carga e ao estado físico. Nós temos o grupo "Conectar-se", que foi criado por nós da preparação física e da fisiologia, em que nós dividimos o elenco em cinco, cada grupo tem um profissional da área da preparação física, que ele controla, monitora, atualiza, informa o jogador, e troca ideias e sugestões para que a gente possa melhorar esse controle diário e também essas atividades propostas no domicílio - demonstrou antes de completar:

- Temos a questão dos treinos especiais, que são executados pela fisioterapia e também acompanhamento médico dos jogadores que estavam lesionados, ou jogadores que têm histórico de lesão ou desequilíbrio muscular, que tenham acompanhamento específico, e também temos o acompanhamento nutricional que é feito pela Chris (Christine Machado Neves), nossa nutricionista, e ela executa todo o acompanhamento de suplementação alimentar, deficiências que os jogadores apresentam, déficit de massa muscular, ou algum histórico de ganho de peso de gordura em relação ao percentual de gordura, essas são as quatro frentes que estamos trabalhando neste momento - finalizou.












Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também