Preparador e médico do Fluminense comemoram convocação para acompanhar a Seleção em Tóquio

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Além do zagueiro Nino, o Fluminense terá mais dois representantes nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O preparador físico Marcos Seixas e o médico Marco Antonio Azizi também foram chamados pela CBF para fazer parte da comissão técnica da Seleção Brasileira. Ao site oficial, a dupla comemorou.

+ Fluminense ultrapassa R$ 387 milhões com vendas de joias de Xerém em 10 anos; relembre

- É uma sensação de realização. Tanto para os profissionais que trabalham na comissão técnica quanto para os jogadores, eu acredito que o sentimento seja o mesmo. É conseguir chegar em seu estágio máximo, que é ser convocado para uma seleção e ainda ter a oportunidade de participar de uma Olimpíada. Todos falam em sonho olímpico para os atletas, mas também é para os profissionais, para quem trabalha por trás, fazendo a preparação. A expectativa é muito grande e a realização de um grande sonho - disse Marcos Seixas.

Veja a tabela do Brasileirão

Esta será a segunda Olimpíada do preparador físico na carreira. Marcos Seixas participou da campanha que terminou na conquista do ouro nos Jogos do Rio, em 2016. Ele já havia sido chamado durante o período de preparação do time Sub-23.

- Eu já tive essa experiência em 2016, com a conquista da medalha de ouro. Foi uma campanha que vai ficar marcada na memória e na história. Agora estou indo para a segunda oportunidade de defender o Brasil em uma Olimpíada. Mas é como se fosse a primeira vez, a sensação é de realização e felicidade muito grande - completou.

O médico Marco Azizi é também coordenador da base da CBF desde 2019. Para ele, mais do que defender o Brasil, será uma oportunidade de levar o Fluminense para as Olimpíadas.

- É uma responsabilidade muito grande e um prazer ajudar a nossa seleção na busca pela medalha olímpica. Sinto-me honrado por estar também representando as cores do Fluminense nesta importante competição.

Mais do que levar a bandeira tricolor a Tóquio, para Marcos Seixas participar desta campanha também é uma forma de homenagear a todos os que trabalham no clube.

- Representar o Fluminense também é uma responsabilidade muito grande. Eu considero, e falei isso com os atletas e com membros da nossa comissão técnica, que eu só estou na seleção por conta do bom desempenho e do bom trabalho que a gente vem fazendo no clube. Não só eu, como todos que estão aqui. Desde a diretoria, comissão técnica, atletas - disse.

- Nossos resultados e o bom desempenho me deram essa oportunidade de representar o Fluminense nos Jogos. Eu agradeço não só à instituição, mas também a todos os que trabalham comigo no dia a dia, porque eles têm muita representatividade nessa minha conquista. Espero que a gente possa conquistar essa medalha é que isso seja também uma forma de homenagear a todos do clube - completou.

A Seleção Brasileira vai tentar repetir o feito dos Jogos do Rio, quando conquistou a inédita medalha de ouro. O Brasil está no Grupo D do torneio olímpico de futebol, junto com Costa do Marfim, Arábia Saudita e Alemanha. A estreia da seleção será no dia 22 de julho contra os alemães na reedição da final de 2016. Relembre aqui os jogos que Nino irá perder.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos