Preocupado com evolução, Tailson diz o que precisa melhorar

Arthur Faria*
LANCE!
Tailson pode ser titular contra o São Paulo, neste sábado, na Vila Belmiro (Foto: Ivan Storti/Santos)
Tailson pode ser titular contra o São Paulo, neste sábado, na Vila Belmiro (Foto: Ivan Storti/Santos)


Possível titular contra o São Paulo, neste sábado, às 17h, na Vila Belmiro, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, o atacante Tailson citou dois fatores que ele ainda precisa melhorar no profissional do Santos.

Jovem de 20 anos, Tailson quer melhorar o condicionamento físico e o um contra um em cima dos adversários.

- Preciso melhorar diversas coisas, ainda não demonstrei totalmente meu futebol ainda. Vou trabalhar firme e preciso melhorar. Preciso melhorar a questão física, não está tão boa. Preciso ter o um contra um, ainda não está muito bom também - analisou o atacante, em entrevista coletiva, nesta sexta-feira, no CT Rei Pelé.

TABELA
> Veja a classificação e o simulador do Brasileiro clicando aqui






Com Soteldo e Derlis González com as seleções venezuelana e paraguaia, respectivamente, o camisa 39 entra como favorito para ser o titular no lado esquerdo do ataque do Santos.

Mesmo após dois treinos táticos no CT Rei Pelé, Tailson quis esconder o time titular deste sábado. Ele citou Lucas Venuto como outro atleta que pode assumir a vaga de Soteldo.

- Ainda não dá para saber se vamos sair jogando ou não. Tem jogadores qualificados na posição como o Lucas Venuto, tem eu também. O Venuto vem trabalhando muito bem. Se tiver oportunidade, vou procurar aproveitar - afirmou o camisa 39.

Enquanto o Santos busca a quinta vitória seguida no Brasileirão, o São Paulo precisa quebrar a série de duas partidas sem vencer.

- São Paulo vem em um momento complicado, são duas derrotas em casa. Clássico é totalmente diferente, o time vem para ganhar confiança. Vamos respeitar o São Paulo e temos de fazer nossa parte - comentou.

Terceiro colocado da competição nacional, com 64 pontos, o Santos realiza o último treino nesta sexta-feira, no CT Rei Pelé.

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini












Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também