Premier League vai testar substituições por concussão a partir de fevereiro

·1 minuto de leitura
O zagueiro belga Jan Vertonghen sofreu uma concussão quando jogava pelo Tottenham

A Premier League vai testar um novo protocolo a partir de fevereiro que autoriza até duas substituições suplementares em caso de concussões, anunciou a Federação Inglesa de Futebol (FA) nesta sexta-feira.

Esta decisão foi tomada em resposta à crescente preocupação com lesões causadas por golpes na cabeça. Essas substituições serão autorizadas mesmo que as alterações comuns já tenham sido feitas.

O primeiro jogo a seguir este novo protocolo, que inicialmente está agendado para o final da atual temporada, será o Aston Villa-Arsenal, no dia 6 de fevereiro, em Birmingham, na 23ª rodada.

O princípio também será aplicado nas oitavas de final da Copa da Inglaterra, no próximo mês, assim como na primeira e na segunda divisões femininas.

Aprovada no mês passado pela International Football Association Board, responsável pelas normas do esporte, essa regra também permitirá que o time adversário faça o mesmo número de alterações que o que tenha utilizado uma ou duas das "substituições por concussão".

Esta decisão foi tomada em reação a casos de demência constatados em ex-jogadores, incluindo a lenda do Manchester United, Bobby Charlton.

smg/bvo/dr/aam