Prefeito do Rio, Eduardo Paes dá "ok" para festa do título do Fla no Centro

***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 04.09.2018 - O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. (Foto: Raquel Cunha/Folhapress)
***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 04.09.2018 - O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. (Foto: Raquel Cunha/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - A torcida fez coro e o elenco, comandado por Gabigol, deu o "empurrãozinho" que faltava. Com um forte lobby nas redes sociais, a possibilidade de se ter uma comemoração do título da Libertadores do Flamengo no Centro do Rio de Janeiro aumentou. Prefeito da cidade, Eduardo Paes deu o "ok" e agora aguarda a viabilidade dos órgãos de segurança e de trânsito para costurar o evento com o clube rubro-negro.

O anúncio foi feito pelo próprio Paes em seu Twitter, respondendo o pedido do seu amigo, o deputado federal flamenguista Pedro Paulo. Na postagem, o político, que é vascaíno, ainda citou o compromisso decisivo do seu clube contra o Ituano, neste domingo (6), pela Série B, que vale o acesso.

"Resolvido, Pedro Paulo e Gabigol! Só não poderei participar. Tô ligado em Itú [cidade onde acontecerá Ituano x Vasco]! Em tempo: só vamos dar uma consultada na CET Rio para definir a melhor forma, local e data! Parabéns pelo título!"", disse na postagem, se referindo ao órgão de trânsito da Prefeitura.

Segundo Pedro Paulo, o Flamengo propôs realizar o evento nesta quinta-feira (3). Segundo a reportagem apurou, outra possibilidade seria fazer no sábado (5), porém, ocorrerá um jogo do Fluminense contra o São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro, às 16h30, o Maracanã fica próximo do local. A ideia, então, seria que a festa acontecesse de manhã cedo. No domingo (6) o Rubro-Negro enfrenta o Coritiba no Paraná. Porém, ainda não há qualquer definição de que a cerimônia, de fato, saia do papel e aconteça.

Em 2019, após a conquista da Libertadores em Lima (PER), o Flamengo realizou este evento na Avenida Presidente Vargas no dia da chegada da delegação do Rio de Janeiro e milhares de pessoas foram às ruas atrás do trio elétrico que levou a equipe. Este ano, porém, não houve este tipo de comemoração já que ocorreu o segundo turno das eleições presidenciais. Na ocasião, o clube colaborou com os pedidos dos órgãos federais e estaduais.

Nesta quarta-feira (2) o Flamengo terá seu primeiro encontro com o torcedor em casa, quando o Rubro-Negro receberá o Corinthians pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, a taça da Libertadores será levada ao campo e mostrada à torcida.

Oficialmente o Flamengo já realizou duas comemorações pelo título: uma ainda no hotel onde se concentrou em Guayaquil, reservada apenas para jogadores, comissão técnica, funcionários, diretoria e familiares. Já no domingo (30) ocorreu um evento no Jockey Club (RJ) para convidados.