Prefeito do Rio diz que Botafogo e Fluminense podem jogar Carioca só em julho

Goal.com

Depois do arbitral da FFERJ definir as datas para o retorno do Campeonato Carioca, Botafogo e Fluminense se posicionaram contrários e ameaçaram buscar na justiça desportiva seus direitos. Para evitar uma judicialização, o prefeito Marcelo Crivella revelou nesta terça(16), que a dupla pode ter seus desejos de entrarem em campo apenas em julho realizados. 

De acordo com o mandatário, a volta dos jogos com portões fechados poderá acontecer, uma vez que faz parte do plano de reabertura da cidade. Diante disso, ele garantiu que não é uma imposição e revelou que tentará fazer um acordo. 

"Botafogo e Fluminense querem e têm todo o direito, eles não querem jogar, então para não ter judicialização e suspender o campeonato mais uma vez, a ideia é fazer um acordo, quem quiser jogar, joga, quem não quiser tem que ser respeitado".

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Apesar de serem contra a volta do Carioca nesse momento, Botafogo e Fluminense acabaram cedendo mas pediram pelo menos 15 dias para para se prepararem, uma vez que nenhuma das duas equipes reiniciou os treinos de forma presencial. Na última semana, o Alvinegro testes seu jogadores contra o covid-19, o Tricolor, por sua vez, iniciou a testagem nesta terça. 

Os jogos acontecerão com portões fechados, mas Crivella revelou que o presidente Jair Bolsonaro prometeu que estaria presente no retorno da competição. 

"O presidente Bolsonaro prometeu, disse que vem assistir ao jogo do Carioca".

Na noite desta terça, os representas dos clubes da Série do Campeonato Carioca se reunirão novamente para bater o martelo sobre os horários e locais dos jogos além de buscarem uma acordo com Botafogo e Fluminense. 

Leia também