Pratto vê São Paulo “muito superior”, mas lamenta eliminação

Em sua melhor apresentação na temporada, o São Paulo derrotou o Cruzeiro por 2 a 1, em pleno Mineirão, na noite desta quarta-feira, mas não conseguiu se classificar às oitavas de final da Copa do Brasil, já que perdeu o jogo de ida por 2 a 0, no Morumbi. Após a partida, o centroavante Lucas Pratto exaltou a atuação tricolor, mas lamentou que mais uma vez no confronto o time foi vítima da bola parada.

“O São Paulo fez um jogo impressionante, mereceu ganhar por três, quatro gols de diferença. Mas é o futebol, tem que fazer os gols”, lamentou o argentino, em entrevista ao canal Fox Sports.

Foi de Pratto o primeiro gol do Tricolor, anotado ainda aos 14 minutos do primeiro tempo, após cruzamento do estreante Morato. No entanto, após falta cometida por Rodrigo Caio em frente à área, Thiago Neves contou com desvio na barreira para deixar tudo igual, aos 14 da etapa final. No fim, Gilberto desempatou, mas o time visitante não conseguiu marcar o tento da classificação.

“Fomos muito superiores ao Cruzeiro, mas em São Paulo tomamos dois gols de bola parada, hoje de novo sofremos um gol de bola parada”, disse, antes de reclamar da arbitragem de Wilton Pereira Sampaio. “O juiz também atrapalhou o jogo. Temos que continuar, trabalhar, porque domingo há outro jogo importante”, concluiu.

O goleiro Renan Ribeiro, por sua vez, exaltou a postura de seus companheiros no gramado do Mineirão. “Nossa equipe se impôs do começo ao fim. Em São Paulo cometemos dois erros e demos uma grande vantagem a eles. Nosso time é bom, trabalhador, só tem guerreiro nesse elenco. Vamos superar essa situação e seguir em frente”, bradou.