Praticante do futevôlei, Veiga explica como o esporte ajudou na sua evolução dentro de campo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Raphael Cavalcante Veiga
    Futebolista brasileiro


Bicampeão da Libertadores pelo Palmeiras e decisivo na final diante do Flamengo, no último sábado (27), em Montevidéu, no Uruguai, Raphael Veiga é mais um dos jogadores do atual elenco que está de férias. Praticante de futevôlei, o meia contou como o esporte auxiliou sua evolução dentro de campo pelo Alviverde.

- O futevôlei, de certa forma, contribuiu para a melhora do meu futebol. Quando estou ali jogando, eu relaxo, descanso e a mente e saio um pouco daquela correria do dia, com viagens, jogos e treino. Isso ajuda bastante. Quando estamos com a mente tranquila e em paz, o resto flui naturalmente - explicou.

Artilheiro do time na temporada, o camisa 23 igualou a marca de gols de 2020 e terminou este ano indo à rede 18 vezes. Além do tento decisivo na final sul-americana, o meia acumulou gols importantes em outras fases da competição, nas oitavas, contra a Universidad Católica-CHI, e nas quartas, contra o São Paulo.

Com mais tempo livre neste mês de dezembro, sem a rotina de treinos e viagens, o jogador disse que pretende praticar ainda mais a modalidade durante suas férias.

- Depois que ganhamos o título, tivemos alguns dias de folga e fui jogar. No meio da temporada é um pouco difícil, são muitos jogos e viagens. Jogar depois dos treinos pode sobrecarregar o corpo. Fui lá na Riplay jogar com meu amigo Giba (professor) para matar a saudade. Pretendo jogar ainda mês durante as férias - comentou.

Sócio-próprietário da Riplay Sports, unidade em que Raphael Veiga esteve na última semana, Giba Diniz conversou com exclusividade ao LANCE!/NOSSO PALESTRA sobre a presença do jogador na escola. Torcedor do Palmeiras, o professor ainda comentou sobre como foi receber o atleta, junto dos companheiros Mayke e Luan, logo após a conquista da Libertadores.

- Foi a segunda vez que o Veiga apareceu na Riplay e o desempenho dele foi excepcional, tem muita qualidade técnica. A gente só precisa fazer uma adaptação na areia por ser um piso diferente do que eles estão acostumados no dia a dia. Apesar disso, logo nos primeiros momentos já conseguimos perceber a diferença na qualidade que ele tem. Eles jogaram algumas partidas contra nossos professores e demos algumas dicas de marcação e fundamentos. Mas, claro que foi mais um momento de descontração deles ali. - afirmou.

- Para mim, como torcedor, foi um presente recebê-los na Riplay. Estar ao lado desses caras que fizeram história no Palmeiras foi algo muito especial. Já viajei varias vezes para assistir jogos do Palmeiras, como aquele contra o Boca, em 2018. Foi um dia incrível e que vamos guardar como um marco aqui na Riplay - disse.

Já de férias após o encerramento das comemorações oficias do título continental, Veiga só deve retornar aos treinos na Academia de Futebol a partir do dia 5 de janeiro de 2022, quando o elenco irá iniciar a preparação para o Mundial de Clubes, que será disputado entre os dias 3 e 12 de fevereiro, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos