'Prata da casa' marca, mas Corinthians vacila no fim e empata com Red Bull

DIEGO SALGADO

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Corinthians quase manteve a mesma receita contra o Red Bull: o time alvinegro abriu o placar no segundo tempo e se encaminhava para a vitória, mas viu o Red Bull empatar o jogo nos acréscimos.

O gol corintiano foi marcado por Maycon, "prata da casa". O gol do jovem volante foi feito após uma cobrança de falta, encerrando um jejum de 20 meses sem gols desse tipo.

MAYCON

O volante deu a vitória ao Corinthians nesta quinta-feira. Fadado ao empate sem gols, o jogo teve um vencedor por causa do jogador corintiano, que acertou o pé na bola parada.

LÉO JABÁ

O atacante atuou pelo lado esquerdo do campo e não conseguiu construir nenhuma jogada por ali. O garoto de 18 anos até se movimentou, mas não manteve o mau rendimento.

JEJUM

Com o gol de Maycon, o Corinthians encerrou um jejum de 20 meses e 14 dias sem marcar um gol de falta. O último a conseguir balançar a rede dessa forma foi Jadson, contra o Atlético-PR (2 a 0), em 9 de julho de 2015.

XODÓ

Pedrinho estreou como titular da equipe do Corinthians e arrancou aplausos do torcedor presente à Arena Corinthians. Logo aos sete minutos, o atacante de 18 anos deixou o marcador no chão em um lance pelo lado direito. O jovem teve êxito em outras jogadas do primeiro tempo, mas caiu de produção na etapa final.

SUSTOS

O volante Nando Carandina por pouco não abriu o placar para o Red Bull no primeiro tempo. O jogador acertou a trave duas vezes no mesmo lance. No segundo tempo, o adversário do Corinthians voltou a colocar duas bolas na trave.

MATINÊ

O Corinthians entrou em campo às 17h devido ao jogo da seleção brasileira. O time de Tite enfrenta o Uruguai às 20h em Montevidéu. Com o jogo tão cedo, muitos jogadores entraram na Arena Corinthians já com o duelo em andamento.

CLAYTON

O atacante de 21 anos, envolvido na negociação de Marlone com o Atlético-MG, assistiu à partida em um dos camarotes da Arena Corinthians. O jogador estava ao lado do agente Jorge Machado. O contrato de empréstimo até o fim do ano deve ser assinado nesta sexta-feira.

MOLECADA

Com as escolhas do técnico Fábio Carille, o Corinthians enfrentou o Red Bull com sete jogadores da base alvinegra. O time corintiano foi composto pelos laterais Léo Príncipe e Guilherme Arana, o volante Maycon, o zagueiro Pedro Henrique, o meia-atacante Pedrinho e os atacantes Léo Jabá e Jô.

CORINTHIANS

Cássio; Léo Príncipe, Pablo, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel; Pedrinho (Guilherme), Rodriguinho, Maycon (Marciel) e Léo Jabá (Fellipe Bastos); Jô. T.: Fábio Carille

RED BULL

Saulo (Daniel); Lucas Taylor, Willian Magrão, Luan Peres e Thallyson; Alison, Nando Carandina e Fillipe Soutto (Guilherme Lazaroni); Luan, Elton (Daniel) e Bruno Alves. T.: Alberto Valentim

Estádio: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

Público: 16.861

Renda: R$ 675.886,90

Árbitro: Salim Fende Chavez

Cartões amarelos: Saulo (Red Bull)

Cartão vermelho: Saulo (Red Bull)

Gol: Maycon, aos 27, e Guilherme Lazaroni, aos 46 minutos do segundo tempo