Próximo adversário do Vasco, Londrina tem mostrado poucas virtudes na Série B. Entenda

·1 minuto de leitura


Se o Vasco vai entrar em campo nesta quarta-feira tentando se aproximar ou entrar no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro, o Londrina está do outro lado da tabela. Primeiro na zona de rebaixamento, o time paranaense está a dois pontos da primeira equipe fora do Z4. E tem características de jogo pouco impressionantes para tentar pontuar em São Januário.

Surpresa seria, na verdade, se o quarto pior time da competição tivesse muitas qualidades. O Cruz-Maltino vai receber o terceiro pior ataque, com 12 gols marcados nos 18 jogos até aqui. O Tubarão é também o terceiro mais faltoso: são 352 faltas no total, média de 19,56 por partida.

É natural, portanto, que o Londrina receba muitos cartões amarelos. Foram 51 até o momento. Só que não se deve aguardar uma expulsão do time de Márcio Fernandes. Somente uma vez nesta Série B alguém da equipe viu um cartão vermelho. O Vasco, por exemplo, viu quatro.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

O Londrina possui um elenco jovem: somente três jogadores têm 30 anos ou mais. E é o terceiro time com a maior média de posse de bola por jogo. Mesmo que pouco produza. Não é o time mais impressionante ofensivamente, como citado no segundo parágrafo, só que ocupa o 12º lugar em gols sofridos. Longe de ser dos piores.

Com tudo isso, é quase obrigação do Vasco se impor e vencer, em casa, um time que, longe do Estádio do Café, pouco fez. Perdeu três jogos, empatou quatro e ganhou somente uma vez nesta Segunda Divisão. A maioria dos números acima são do Footstats.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos