Pottker e Hulk trocam ofensas e precisam ser contidos no vestiário após o clássico mineiro

LANCE!
·1 minuto de leitura

Os atacantes William Pottker, do Cruzeiro, e Hulk, do Atlético Mineiro, tiverem que ser contidos para não se agredirem à caminho dos vestiários no Mineirão. De acordo com o árbitro da partida, Paulo César Zanovelli, o motivo das expulsões seria a troca de agressões entre ambos, já aos 46' da etapa final. Na saída de campo, os atletas trocaram fortes ofensas.

Ao longo da discussão, o atacante Pottker relembrou a polêmica familiar envolvendo Hulk, envolvido em um relacionamento com a sobrinha da ex-mulher, que retrucou com xingamentos e depreciações. Os dois jogadores, separados por uma grade divisória, tiveram que ser separados por seguranças para não concluírem as ofensas em agressões.

Leia também:

Mesmo com a derrota no clássico mineiro, o Atlético segue na liderança da competição. O Cruzeiro, por sua vez, diminui a distância para o maior rival, agora de três pontos.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.