Pottker brinca com gol perdido e espera Ponte calejada para final

A Ponte Preta garantiu sua classificação à final do Campeonato Paulista mesmo com a derrota para o Palmeiras, neste sábado, no Palestra Itália. Como vencera em Campinas por 3 a 0 uma semana antes, o revés por apenas um gol não atrapalhou o objetivo da Macaca, mas, para isso, o time teve de suportar uma pressão muito forte, que poderia ter sido evitada se William Pottker não perdesse uma chance incrível, cara a cara com o goleiro alviverde, livre de marcação.

“Até brinquei com eles (companheiros), dizendo que se precisasse do gol eu ia fazer”, comentou o centroavante, aliviado pela falha não ter gerado problemas ao seu time. “O Fernando Prass foi muito feliz, eu esperei até o último momento, ele fechou bem o meu ângulo. Não foi cansaço, não foi nada. Méritos do Prass mesmo. Eu tentei puxar a bola para o meu pé ruim, mas ele foi feliz. O importante é a classificação. Temos que seguir fortes para sermos campeões”, avisou o camisa 9.

Artilheiro do Estadual com nove gols, junto com o são-paulino Gilberto, Pottker tem apenas 23 anos. Assim como ele, muitos jogadores da Ponte Preta irão para a primeira final na Série A. Ciente da expectativa e do peso do adversário, já que do outro lado Corinthians e São Paulo duelam por uma vaga, Pottker espera que as últimas decisões tenham servido de lição para os ponte-pretanos.

“Acho que foram 38 mil pessoas (no Palestra). Se a gente não amadurecer em jogos como esses, não vamos amadurecer em nenhum outro. Espero que meus companheiros tenham ganhado essa experiência para a gente não sentir a final”, comentou, sem escolher um adversário. “O que vier. Quem quer ser campeão, não tem que escolher”.

Seja Corinthians ou São Paulo o rival da Ponte Preta na grande decisão do Campeonato Paulista, a mentalidade dos jogadores da Macaca é uma só: voltar a sua o fator casa para surpreender outro gigante e favorito.

“Realmente lá em Campinas fomos muito bem. Tivemos intensidade alta. Jogamos com o regulamento. Tínhamos uma vantagem de três gols (contra o Palmeiras). Eles tiveram muitas oportunidades, é claro, mas soubemos sofrer”, concluiu o destaque a Macaca nessa temporada.