Postura nova, problema antigo: os erros do Corinthians no Rio

Yago Rudá
LANCE!
Corinthians dominou o Bota, mas saiu derrotado por conta de ineficiência no ataque (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Corinthians dominou o Bota, mas saiu derrotado por conta de ineficiência no ataque (Foto: Vítor Silva/Botafogo)


O Corinthians foi derrotado para o Botafogo, por 1 a 0. Diferentemente de outros jogos da equipe neste Campeonato Brasileiro não dá para dizer que a equipe foi mal o tempo inteiro. Marcando o adversário no campo de ataque, o Timão conseguiu ficar com a bola e criar boas chances de ataque. No entanto, assim como tem sido durante toda a temporada, o Alvinegro pecou nas finalizações e não conseguiu vencer a defesa do Fogão.

A nova postura implementada pelo técnico interino Dyego Coelho é algo positivo e merece ser destacado. O Corinthians teve mais de 60% de posse de bola, os zagueiros Manoel e Gil atuaram no campo de ataque na maior parte do tempo e, quando não tinha a bola, o time pressionava o Botafogo no perde-pressiona treinado pela comissão técnica. O Timão fez tudo certo até o momento de chutar ao gol defendido por Gatito Fernández.

Ao todo, o Corinthians finalizou 21 vezes, mas errou o alvo em 16 delas. Os cinco chutes que tiveram a direção do gol não causaram perigo algum e foram de fácil defesa. Além da falha técnica e individual de cada jogador nas finalizações, o Timão foi ineficaz nos cruzamentos - fundamento importantíssimo quando se tem um centroavante como Gustagol - tendo errado 34 deles.

TABELA
>Confira a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro






Não dá para dizer que o técnico Dyego Coelho é o culpado pela derrota. Afinal, o treinador fez mudanças estruturais na equipe para esta partida e criou condições para que o time criasse, o que, de fato, aconteceu. Apesar disso, os erros individuais e coletivos nos momentos decisivos pesaram e o Corinthians deixou o estádio Nilton Santos sem nem um ponto sequer diante de um time que briga para não ser rebaixado.

O Alvinegro encerra esta rodada com 50 pontos ganhos e se mantém na oitava colocação. Como o Flamengo venceu a Copa Libertadores, o Timão está na zona de classificação para o torneio continental no ano que vem. São quatro pontos de vantagem para o Goiás, o nono colocado, mas é preciso abrir o olho. Mais importante do que isso, é necessário fazer gols.



Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também