Postura agrada, mas Fellipe Bastos já está há um mês sem jogar pelo Timão

Gabriel Carneiro

Contratado pelo Corinthians neste início de temporada, o volante Fellipe Bastos participou de 11 partidas e foi até titular em seis ocasiões, mas perdeu espaço e neste sábado completa um mês sem ser utilizado pelo técnico Fabio Carille - a última vez foi na vitória por 3 a 1 sobre o Linense, em 29 de março, quando outros reservas tiveram espaço e o camisa 21 pôde atuar por dez minutos na vaga de Jadson. Apesar das poucas chances, Fellipe Bastos é um jogador bem avaliado internamente.

Além da observação da rotina do CT Joaquim Grava, em que o jogador é sempre dos mais animados com as atividades e brincalhão com os companheiros, há o elemento interno, de participação em decisões coletivas e até mesmo uso da palavra em preleções e momentos pré-jogo. Aos 27 anos e com ampla experiência internacional, o jogador é respeitado pelos companheiros e considerado um líder do atual elenco, em que os capitães mais frequentes são Fagner, Rodriguinho e Balbuena.

Titular no início da temporada, Fellipe Bastos perdeu espaço com o retorno de Maycon da Seleção Brasileira sub-20. Ao LANCE!, o técnico Fabio Carille disse que o Corinthians havia detectado problemas físicos e elaborado um planejamento especial para o jogador, que estava atuando nos Emirados Árabes Unidos, país no qual os treinos e os jogos são em ritmos menos intensos.

- Ele vai ter que passar por um processo e precisa entender que quando um jogador vem da Arábia e da China precisa passar por um trabalho, lá é menos intenso. Ele pega muito bem na bola, tem marcação forte, preenche bem o campo adversário, vinha trabalhando como primeiro volante na Arábia. A gente tem todas essas informações. Ele é um jogador de personalidade, busca o jogo para tentar armar, com certeza em algum tempo vai estar na melhor condição física e vai nos ajudar muito - sentenciou o treinador, na época.

No dia a dia do CT Joaquim Grava, Fellipe Bastos costuma realizar trabalhos complementares em relação às atividades comandadas por Fabio Carille. Em cobranças de falta, por exemplo, o jogador se dedica por cerca de 15 minutos após cada fim de treinamento, mesmo sem a oportunidade de testar a precisão da cobrança nos jogos.

Fellipe Bastos estará no banco de reservas do Corinthians na partida deste domingo, às 16h, contra a Ponte Preta, pela ida das finais do Campeonato Paulista. Ele já foi jogador da própria Macaca, em 2013, e hoje tem contrato por duas temporadas no Timão.









E MAIS: