Com possibilidade de troca, Carille diz acreditar muito em Giovanni

O técnico Fábio Carille não desvalorizou ainda mais o meia Giovanni Augusto, que segue sem justificar o investimento feito pelo Corinthians para tirá-lo do Atlético-MG em 2016. Em baixa, o jogador poderá ser envolvido em uma troca pelo também armador Valdívia, do Internacional.

“Acredito muito nesses jogadores”, disse Carille, incluindo Guilherme, outro atleta contestado que já interessou ao Inter, em sua análise. “O Guilherme tem qualidade de passe e finalização, e o Giovanni conquistou a torcida muito rapidamente, o que é difícil no Corinthians. Ele tem potencial”, elogiou.

Aposta do técnico Tite para substituir Jadson (que foi para o chinês Tianjin Quanjian e já voltou) em 2016, Giovanni Augusto, de fato, iniciou bem a sua passagem pelo Corinthians. O jogador começou a sofrer com problemas físicos, contudo, e perdeu espaço em 2017. Tem 61 jogos e seis gols pelo clube.

Valdívia também já viveu dias melhores no Inter. Chegou a ser visto como um atleta com potencial para dar lucro considerável ao clube em uma futura venda para um clube do exterior e hoje costuma ficar na reserva do time dirigido por Antônio Carlos Zago. A troca, portanto, seria semelhante à que o Corinthians fez com o Atlético-MG, envolvendo o atacante Clayton e o meia Marlone, ambos também contestados em seus clubes.

Carille, contudo, evita falar sobre a transação. Ele tem medo de atrapalhar os planos do Corinthians com as suas palavras. “A diretoria está cuidando de muitas coisas. Tudo pode acontecer. Estamos de olho no mercado para fortalecer o elenco cada vez mais”, desconversou.

Além de Valdívia, outro atleta que poderá reforçar o Corinthians é o atacante Clayson, destaque da Ponte Preta no Campeonato Paulista. “Você falou de Clayson? Opa, mais um para discutirmos? Não estou sabendo disso ainda. Deve ter começado ontem? A diretoria não me passou nada porque sabe que estou muito focado nos jogos. Agora, é Sul-Americana”, esquivou-se Fábio Carille, referindo-se ao compromisso contra a Universidad de Chile, na quarta-feira, em Itaquera.