Posse de Lula começa com homenagem póstuma a Pelé

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A solenidade de posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), realizada no Congresso Nacional, começou com uma homenagem póstuma a Pelé, morto na última quinta-feira (29).

O presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), pediu aos presentes que fizessem um minuto de silêncio em respeito ao Rei do Futebol.

Pacheco também fez uma homenagem póstuma ao papa emérito Bento 16, que faleceu no sábado (31).

As homenagens foram seguidas de aplausos no plenário da Câmara dos Deputados, onde ocorre a cerimônia, em Brasília.

Na quinta-feira (29), Lula disse que teve o privilégio de assistir Pelé em campo e lamentou a morte do Rei do Futebol.

"Poucos brasileiros levaram o nome do nosso país tão longe feito ele. Por mais diferente do português que fosse o idioma, os estrangeiros dos quatros cantos do planeta logo davam um jeito de pronunciar a palavra mágica: 'Pelé'", afirmou em mensagem publicada nas redes sociais.

Na mesma ocasião, Lula afirmou que admirava o atleta e que tinha "paixão" ao vê-lo com a camisa da seleção brasileira.