Portuguesa tem a última cartada para ser campeã no ano do centenário

LUCA CASTILHO
·6 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 13.08.2020 - Portuguesa tem a última cartada para ser campeã no ano do centenário. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 13.08.2020 - Portuguesa tem a última cartada para ser campeã no ano do centenário. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Copa Paulista terá início nesta quarta-feira (4). A competição estadual será a última chance de a Portuguesa terminar o ano do centenário com um título conquistado. Para isso, o clube apostou todas as suas fichas em reforços e, principalmente, na manutenção da comissão técnica que fez uma grande campanha na Série A-2 do Paulistão.

"É um torneio difícil, mas mantivemos a nossa filosofia de trabalho. Nossa estrutura foi mantida e nosso elenco, penso eu, está melhor do que no Paulistão. Vamos brigar pelo título, que é o nosso objetivo. Queremos uma vaga na Série D do Brasileirão", diz Antonio Carlos Castanheira, atual presidente da Lusa.

Um dos principais responsáveis pelo bom desempenho da Portuguesa na Série A-2, Fernando Marchiori segue no comando técnico do time e almeja resultados ainda melhores no torneio.

"Quando se está na Portuguesa, sempre se pensa em títulos. Conseguimos montar um time muito bom, com boas peças e dentro do nosso orçamento", comenta o técnico.

Por ser o ano do centenário e pelo longo jejum de títulos, o treinador acredita que essa possa ser uma boa oportunidade de resgatar a história da Lusa. "Estamos em um processo de resgate de credibilidade. Além disso, nosso torcedor está sedento por conquistas e para ver a Portuguesa de volta aos grandes campeonatos."

O time passou por algumas mudanças e contou com a vinda de grandes nomes para reforçar o elenco. Entre eles está o experiente zagueiro Diego Jussani, que conta com passagens pelo Bahia, América-MG e Guarani, e que foi eleito o melhor zagueiro da última Série A-2 quando atuava pelo XV de Piracicaba.

"Eu sou movido a desafios e a Portuguesa é dos maiores na minha carreira. É um clube grande, uma camisa pesada, que está no ano de seu centenário e que tem um grande projeto. Eu vim para ajudar a mudar a história desse gigante", diz o novo defensor do time.

Para reforçar ainda mais a zaga, a Lusa trouxe Diego Sacoman, ex-Corinthians e Ponte Preta, que jogou a A-2 pelo Juventus da Mooca.

"O elenco que está sendo montado, claramente, visa o título da competição e fiquei surpreso com o que eu vi. Eu sempre joguei contra, desde a base, e sempre foi muito duro enfrentar a Portuguesa. Como sou de São Paulo, sei o tamanho do time e pra mim é gratificante vestir essa camisa no centenário", comenta Sacoman.

O torneio contará com 20 times no total, divididos em cinco grupos com quatro cada, que se enfrentam em dois turnos na primeira fase. Estarão classificados para as oitavas -com partidas de ida e volta- os três melhores de cada grupo, além do melhor lanterna. A Copa Paulista está programada para acabar no dia 23 de dezembro, data do jogo de volta da final.

Conforme acordado com a Federação Paulista de Futebol, todos os clubes participantes farão semanalmente testes da Covid-19 nos elencos e comissões técnicas. Todo o custo será arcado pela entidade.

Sem arrecadação com bilheteria, já que os jogos não poderão contar com público, o atrativo para a disputa da Copa Paulista são os prêmios para os finalistas: uma vaga na Série D do Brasileirão e uma na Copa do Brasil. O campeão escolhe a vaga de sua preferência e o vice fica com a outra.

JUVENTUS MESCLA ATLETAS DA BASE COM EXPERIÊNCIA

Após o término da Série A-2 do Paulistão, quando caiu nas quartas de final para o São Bernardo, o Juventus anunciou que não participaria desta edição da Copa Paulista. Logo depois, o clube reviu a sua decisão e optou por disputá-la.

Porém, para isso, o time decidiu apostar em grande parte do elenco com atletas das categorias de base e alguns nomes mais experientes remanescentes da última competição estadual.

Entre estes está o veterano Cristian, de 37 anos, que foi um dos principais destaques na Série A-2. "Sou muito grato ao Juventus por me dar essa oportunidade de poder voltar a jogar. Aconteceu tudo naturalmente, mas com muito trabalho, sofrimento e muita dedicação", diz o meia ao Agora.

O atleta já tem claro na sua cabeça o objetivo dentro da competição. "A gente busca o título e colocar o Juventus na vitrine de novo. Queremos colocar o clube em uma Série D do Brasileirão ou na Copa do Brasil, coisa que não acontece há muitos anos".

Depois da saída de Alex Alves, que ficou mais de dois anos e meio no comando do time, o clube fez uma aposta caseira em Marcel Barbosa, que está à frente das categorias de base desde 2014.

"Estou encarando como o grande desafio da minha vida. Quero iniciar bem a competição e gradativamente pensar nas outras fases e, claro, em um título", conclui o técnico.

SÉRGIO GUEDES É A APOSTA DO ÁGUA SANTA

A derrota para o Palmeiras na última rodada do Paulistão decretou o rebaixamento do Água Santa para a Série A-2 do próximo ano. De lá para cá, mais de três meses se passaram e muitas coisas mudaram.

Entre as principais está o comando técnico do time. Para a disputa da Copa Paulista, o Netuno decidiu apostar em Sérgio Guedes, que vem de um longo e vitorioso trabalho pela Portuguesa Santista.

"Minha meta é criar um time competitivo, sólido e sabedor do que precisa fazer. Sei das dificuldades, mas são as possibilidades que me motivam", diz o experiente treinador.

O principal objetivo do comandante é resgatar a credibilidade e mostrar que o time pode brigar por algo a mais na competição.

"Espero uma reação positiva de imediato para que a gente possa lutar pelo campeonato, que é o desejo da maioria dos times. A expectativa é buscar um cenário nacional e aumento de receita para o Água Santa.

XV QUER ESQUECER TRAUMAS PARA LEVAR O TÍTULO

Depois de cair por três anos seguidos na semifinal da Série A-2 do Paulistão e bater na trave pelo acesso, e ser vice-campeão da Copa Paulista na última temporada, o XV de Piracicaba quer deixar os traumas no passado e mira a conquista do título do torneio estadual.

Para isso, o clube foi atrás de um velho conhecido que deixou saudades: Moisés Egert. "Foram 8 anos até a minha volta. Sou o mesmo Moisés de antes, com a mesma identidade e maneira de ser, mas acredito que melhor como profissional", comenta o técnico.

Em sua primeira passagem ele garantiu o XV na elite estadual. Depois de sair, Egert levou a Copa Paulista pelo Noroeste (2012) e Linense (2015). "Nós sabemos o caminho, mas não existe fórmula mágica. É uma chance de colocar o nome na história", completa.

No elenco, o experiente zagueiro Douglas Marques é um dos principais destaques. "Vamos sempre pensar em título, em algo grande com essa camisa", diz.

COPA PAULISTA 2020

1ª rodada

Quarta-feira (4)

15h Rio Preto x Novorizontino

15h Audax x Inter Limeira

15h Primavera x XV Piracicaba

15h Port. Santista x Ponte Preta

15h Juventus x São Bernardo

15h Nacional x Água Santa

15h Guarani x Portuguesa

17h Comercial x Ferroviária

17h Velo Clube x Atibaia

Quinta-feira (5)

17h Marília x Botafogo