Portugal vence Gana por 3 a 2 e lidera Grupo H da Copa

Portugal conseguiu uma vitória sofrida sobre Gana por 3 a 2 nesta quinta-feira, em jogo válido pelo Grupo H da Copa do Mundo, no qual Cristiano Ronaldo se tornou o primeiro jogador da história a marcar em cinco Mundiais.

O português anotou seu oitavo gol em 18 jogos, depois de balançar as redes nas edições de 2006, 2010, 2014 e 2018.

Quando o jogo estava complicado para Portugal, com um empate sem gols, Cristiano recebeu um cruzamento na área e caiu em disputa com o zagueiro Mohammed Salisu, lance que o juiz americano Ismail Elfath apitou pênalti, que o próprio 'CR7' cobrou e converteu para abrir o placar.

Gana, apesar de tudo, conseguiu empatar em uma das poucas oportunidades que teve aos 28 minutos do segundo tempo, através de Andre Ayew.

Mas Portugal, que sofreu para achar o gol, se recompôs e abriu 3 a 1, com João Félix e Rafael Leão em dois contra-ataques.

"Era um gol que eu buscava há muito tempo, mas o importante é a vitória da equipe", comemorou o jovem atacante do Milan.

Ainda assim, os ganeses não desanimaram e marcaram mais um com Osman Bukari, aos 44 minutos.

- Cristiano cumpriu seu objetivo -

No que será provavelmente seu último Mundial, Cristiano Ronaldo buscava se tornar o primeiro jogador da história a balançar as redes em cinco edições do torneio, e conseguiu.

O astro português também tinha a motivação de mostrar que, aos 37 anos, continua tendo qualidade para jogar em qualquer clube da Europa, depois de rescindir seu contrato com o Manchester United.

Com Portugal controlando claramente o jogo, Cristiano protagonizou as melhores chances nos minutos iniciais.

Primeiro, com velocidade, infiltrando-se na defesa adversária para receber um passe em profundidade, mas não conseguiu superar o goleiro africano.

E depois cabeceando para fora um cruzamento de Raphael Guerreiro pela esquerda.

- Portugal líder do grupo -

Portugal dominava com um meio-campo técnico e três homens avançados, já que 'CR7' recebia o apoio de João Félix e Otávio, mas só o ex-jogador do Real Madrid levava perigo.

Gana, com sua linha de cinco na defesa, sobrevivia como podia às investidas do time português.

Cristiano Ronaldo chegou a marcar um gol aos 30 minutos de jogo, mas o árbitro anulou ao considerar que ele fez falta empurrando o zagueiro Alexander Djuku.

O retrato da partida não mudou na segunda etapa, com domínio de Portugal e algum raro contra-ataque ganês.

Em um deles, Mohammed Kudus atravessou quase todo o campo em uma impressionante arrancada e assustou o goleiro Diogo Costa em chute que passou perto da trave.

As arquibancadas estavam lotadas com fãs de Cristiano Ronaldo, que começaram a cantar o nome do astro português.

Cristiano escutou e pouco depois os presenteou abrindo o caminho da vitória que colocou Portugal na liderança do Grupo G com três pontos, enquanto Uruguai e Coreia do Sul, que empataram nesta quinta-feira, têm um.

"Ser o primeiro jogador a marcar em cinco Mundiais é algo que me deixa muito orgulhoso", disse 'CR7' depois da partida.

"É um grande momento, minha quinta Copa do Mundo, vencemos, começamos com o pé direito. É uma vitória muito importante, sabemos que vencer a primeira partida é fundamental", acrescentou.

psr/dr/cb