Portugal relaxa regras contra Covid para torcedores ingleses na final da Champions

·1 minuto de leitura
Pessoas tiram fotos de modelo inflável de taça da Champions no Porto, em Portugal

Por Catarina Demony

PORTO, Portugal (Reuters) - As autoridades portuguesas relaxaram as regras de segurança contra a Covid-19 para os milhares de torcedores ingleses que viajam para o Porto para a final da Liga dos Campeões no sábado, não exigindo mais que permaneçam em bolhas e suspendendo as restrições à circulação.

"As fronteiras estão abertas. A cidade e o país estão se abrindo pouco a pouco. Dentro do que é possível, a liberdade (de circulação) não será condicionada", disse Cardoso da Silva, superintendente da polícia do Porto, em entrevista coletiva nesta quinta-feira. "Não há restrições à circulação de torcedores".

Mas faltando só dois dias para a partida, Silva disse que o plano de contingência em vigor está sendo reavaliado constantemente e que ainda pode passar por algumas alterações.

Uma fonte da polícia disse à Reuters que as autoridades portuguesas não tiveram tempo suficiente para se prepararem totalmente para a partida, já que a Uefa só anunciou que transferiria o evento de Istambul para Porto cerca de duas semanas atrás.

Oito policiais britânicos especializados em lidar com torcedores de futebol estão em Portugal, e trabalharão com a polícia portuguesa para ajudar a garantir a ordem pública.

Silva disse que cerca de 80 voos fretados com torcedores ingleses devem pousar no sábado para o confronto entre Manchester City e Chelsea. Cerca de 180 ônibus levarão os torcedores ao estádio.