Portugal atropela Andorra (7-0) e Cristiano Ronaldo marca seu 102º gol

·2 minuto de leitura
Com 102 gols pela seleção de Portugal, Cristiano Ronaldo se aproxima do recorde de Ali Daei, que marcou 109 pelo Irã
Com 102 gols pela seleção de Portugal, Cristiano Ronaldo se aproxima do recorde de Ali Daei, que marcou 109 pelo Irã

Portugal venceu Andorra por 7-0, sem maiores complicações, como era esperado, nesta quarta-feira, em um amistoso em Lisboa em que Cristiano Ronaldo disputou o segundo tempo e marcou o sexto gol da equipe.

O astro português, que em setembro superou a marca dos cem gols com a seleção portuguesa em partidas internacionais, agora tem 102 e está a sete dos 109 do iraniano Ali Daei.

Cristiano Ronaldo terá a oportunidade de seguir avançando rumo a esse recorde nas próximas duas partidas da seleção portuguesa, agora oficiais, no seu grupo da Liga das Nações, torneio em que Portugal é o defensor do título por ter conquistado a primeira edição.

Será no sábado contra a França e na terça-feira diante da Croácia, em dois duelos contra as seleções que fizeram a final da Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

No jogo desta quarta, no Estádio da Luz, sede regular do Benfica, Pedro Neto abriu o placar aos 8 minutos, com um chute na entrada da pequena área após um passe curto de Sérgio Oliveira.

Aos 29, Paulinho ampliou, com um chute cruzado após uma assistência de Nelson Semedo, e no segundo tempo (56), Renato Sanches fez o terceiro depois de receber um passe entre as linhas de Cristiano Ronaldo.

Diante de uma Andorra frágil defensivamente (que ocupa o 145º lugar no ranking da Fifa), Portugal continuou mostrando um bom futebol, apesar de jogar com vários reservas.

O quarto veio aos 61, quando Paulinho desviou de cabeça para o fundo das redes um cruzamento de Mario Rui.

Aos 76, o andorrano Emili Garcia marcou contra no momento em que tentava afastar, e acabou evitando um gol de Cristiano Ronaldo, que esperava a bola logo atrás, pronto para marcar.

Mas CR7 finalmente foi recompensado pela sua insistência aos 85, quando marcou de cabeça na pequena área, fazendo o sexto.

Mas a partida não acabou aí. João Félix também se juntou à festa aos 88, com um chute da entrada da área após um passe de William Carvalho, para fechar a goleada em 7 a 0.

bur/dr/mcd/aam