Porto precisa vender jogadores para cumprir Fair Play Financeiro


O Porto terá que faturar 100 milhões de euros (R$ 574 milhões) com vendas de jogadores devido ao prejuízo de 52 milhões de euros (R$ 298 milhões) na primeira metade da temporada. Dessa forma, o clube português se vê em uma situação difícil para cumprir as regras do Fair Play Financeiro da Uefa. As saídas precisam ser concluídas até o dia 30 de junho.

Dessa forma, a venda dos principais jogadores dos Dragões, como Alex Telles, Marega e Tiquinho Soares são quase inevitáveis, mas o clube também pode sacrificar o futuro com a saída de jovens atletas para não correr o risco de ser punido pela Uefa.

Um dos principais fatores para o clube ter saído com este prejuízo foi a saída precoce da Liga dos Campeões e a ida para a Liga Europa. O clube se pronunciou dizendo que optou por não vender atletas na janela de janeiro, pois a competitividade da equipe nas competições em que disputa poderia ser prejudicada.





Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também