Porsche Cup: Rodrigo Mello, bicampeão da Carrera Sport, faz balanço da temporada 2020

Guto Mauad
·3 minuto de leitura

Neste sábado Rodrigo Mello conquistou seu segundo título na Porsche Cup, na categoria Carrera Sport. O piloto venceu a etapa de Interlagos na tarde deste sábado para erguer o troféu de campeão.

Mello que venceu em 2019 na mesma categoria falou sobre a decisão de mudar o gesto técnico ao pilotar seu Porsche nesta temporada.

Leia também:

Após disputas em Interlagos neste sábado, títulos da Sprint foram definidos; confira classificação final do campeonato Porsche: Paludo vence após hexa e bate recorde de vitórias em Interlagos; Mello é campeão da Sport Porsche Cup: Marcio Mauro vence e Nelson Marcondes conquista o título da Porsche GT3 Cup

“Essa temporada eu tomei uma decisão técnica que foi começar frear o carro com a perna esquerda, eu freava com a direita e isso me fez dar um passo para trás, mas eu sabia que era para depois dar dois pra frente".

"E o resultado disso veio no final da temporada, então eu sofri no meio dela, o nível técnico dos pilotos está muito alto e na verdade ninguém mais leva isso como hobby, todo mundo leva muito a sério. Todos tem engenheiro próprio, coach, treina muito, faz simulador. Então isso tornou o campeonato bem difícil, eu sempre corri pensando no campeonato.”

Mello também falou sobre como se preparou mentalmente diante das dificuldades impostas pelos seus adversários. Na última etapa do ano, três pilotos poderiam conquistar o título. Além dele, Rodolfo Toni e Maurizio Billi estavam na disputa.

“Eu confio muito naquilo que eu faço, então eu tinha expectativa de ganhar o título e trabalhei pra isso. Eu achava que tinha condições e estava lutando por ela. Óbvio que eu sabia que meus adversários eram muito merecedores do título, mas eu confiava em mim.”

“No meio da temporada, aqui em Interlagos, eu estava com muita dificuldade, falta de velocidade e ali eu fiquei preocupado. Eu até agradeço muito ao Vitor Baptista que foi meu coach naquela etapa, e ele junto com o Troy, meu engenheiro, trabalharam muito até na parte mental".

"Legal que o Vitor é um cara novo e eu sou mais velho e ele não sabe o poder de persuasão que ele teve pra me ajudar a enxergar as coisas de uma forma diferente, me ajudou demais.“

Outro ponto abordado por Mello foi o quanto ser advogado o ajudou nas pistas, uma atividade que realiza a menos tempo.

“Tem muita coisa em comum, primeiro que advogado tem essa essência competitiva que piloto também tem. Além disso trago muito foco de lá, determinação e eu acho que como a gente consegue ter as conquistas lá, a gente percebe que a gente consegue conquistar as coisas e trás essa mentalidade para a pista".

"Se eu consigo as coisas lá eu também consigo aqui, não tem super herói, somos todos humanos e eu uso muito minha experiência profissional aqui.”

A Porsche Cup volta a pista no dia 6 de dezembro para a disputa da terceira e última etapa da Endurance, em Interlagos.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Hamilton despista sobre Rosberg, analisa Bottas e ‘esquece’ Alonso; assista e entenda

PODCAST: O calendário 'pós-pandemia' da F1 2021 é o mais correto? Ouça o debate

Your browser does not support the audio element.