Por traição, mulher pede que jogador chinês não seja mais convocado

O lateral-esquerdo Jiang Zhipeng não vive as melhores horas de sua vida. Se na última terça-feira ele falhou e acabou como um dos responsáveis pela derrota da China contra o Irã, agora ele se deparou com uma situação curiosa. Sua mulher mandou uma carta à Federação Chinesa nunca mais o convoque. O motivo? Infidelidade.

Nesta quarta-feira, Zhang Zhiyue escreveu um texto na rede social Weibo, onde além de expor a traição ela ainda o acusa de ter gasto mais de um milhão de euros (cerca de R$ 3,35 milhões) que pertencia aos dois, a maioria com a suposta amante.

- Eu o apoiei quando ele era pobre e minha mãe o tratou como um filho. Minha família até o emprestou dinheiro para pagar a casa dele em Shaghai. Nosso casamento durou quatro anos e por três anos e meio ele estava dormindo com outra mulher - postou Zhiyue na rede social chinesa.



Jiang Zhipeng

Zhipeng falhou e a China acabou perdendo (Foto: AFP)

Além de anexar documentos com fotos e mensagens do marido com a mulher, ela ainda pediu que o clube do jogador, o Guangzhou, liberasse o contrato dele, o que a ajudaria no processo que move contra Zhipeng.

- Caro Mr. Cai Zhenhua (presidente da federação chinesa), lhe imploro para excluir Jiang Zhipeng da seleção. Caro Mr. Wang Yuping (diretor do departamento de esportes da província de Guangdong), eu lhe imploro para excluir Jiang Zhipeng do Gungzhou. Caro Mr. Zhang Li (presidente do Guangzhou) lhe imploro para cooperar com meu advogado e liberar o contrato de Jiang Zhipeng como evidência nos tribunais. Eu acredito que a justiça prevalecerá.

Jiang Zhipeng participou das duas últimas partidas da China nas Eliminatórias da Ásia para a Copa do Mundo. Sua equipe venceu a Coreia do Sul por 1 a 0 e perdeu pelo mesmo placar para o Irã, o que deixou a seleção praticamente sem chances de ir ao Mundial.



E MAIS: