Por segurança jurídica com Warley, Botafogo pode ceder jogadores ao Santa Cruz

Sergio Santana
LANCE!
Warley está a caminho do Botafogo para a temporada 2020 (Foto: Assessoria/CAP)
Warley está a caminho do Botafogo para a temporada 2020 (Foto: Assessoria/CAP)


O Botafogo tem total convicção que Warley reforçará a equipe em 2020. O atleta de 20 anos conseguiu rescindir seu contrato junto ao Santa Cruz na Justiça, alegando atrasos salariais, depósitos de FGTS e férias, mas o clube pernambucano ainda poderia recorrer da decisão, o que inviabilizaria o acordo com o Glorioso.

O comitê de futebol, mesmo assinando diretamente com Warley, teve uma negociação com o Santa Cruz para evitar qualquer tipo de problema jurídico. Os clubes, que possuem boa relação desde a negociação de João Paulo, no início de 2017, acordaram que o Tricolor manterá cerca de 40% dos direitos do jogador de 20 anos, que assinou um contrato de dois anos com o Alvinegro.

- O Warley está vindo de Recife, tomara que não venha de jegue e não demore para chegar aqui. Independente do empresário do jogador, o Warley na hora que assinar o contrato, o Santa Cruz terá participação dele, algo em torno de 40%, é um clube parceiro. Talvez alguns jogadores nosso estejam indo para lá para ajudar, uns atletas que o Valentim não utilize. É paz. Mesmo se o Santa Cruz ganhar na Justiça, o Warley fica no Botafogo. Está certo - afirmou Carlos Augusto Montenegro, ex-presidente do clube, em entrevista coletiva no China Park, local onde o Botafogo realiza a pré-temporada.

Após o almoço, os dirigentes vão conversar com Alberto Valentim sobre quais jogadores podem ser emprestados ao Santa Cruz. A tendência é que sejam atletas que não vão ser utilizados pelo treinador e/ou jogadores da equipe sub-20, com o intuito de ganhar rodagem profissional. O número de jogadores que serão cedidos também será discutido e a tendência é que o Alvinegro ajude com os salários de todos.

Warley, apesar de ter iniciado a carreira como lateral-direito, foi contratado por Alberto Valentim e pelo departamento de futebol como um extremo. O negócio não teve custos ao Botafogo.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também