Por que Cristiano Ronaldo se chama Cristiano Ronaldo: como seu nome foi decidido

Goal.com

Cristiano Ronaldo dos Santos Aveiro, ou só Cristiano Ronaldo. Mas por que o craque português tem este nome? A Goal volta às origens do atacante, antes mesmo de ele ser um "miúdo" português para explicar a escolha do nome, hoje tão famoso.

Misturado religião, cinema e política, Dona Maria Dolores dos Santos e Seu José Dinis Aveiro escolheram o nome de seu quarto e último filho.

Por não ter sido uma gravidez planejada, a mãe do jogador, já com 30 anos e três filhos, quis fazer um aborto. Vivendo em um lugar extremamente católico, o médico recusou fazer o procedimento e, quando o método caseiro falhou, Dona Maria Dolores decidiu ter o bebê. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Assim, a tia de CR7, irmã da mãe do craque, só conseguiu destacar que, apesar de todas as tentativas, o menino acabou vindo ao mundo e, para destacar esta vontade superior, segeriu que o sobrinho se chamasse Cristiano - que significa cristão.

Com o primeiro nome decidido, vamos ao segudo. Apesar de existirem boatos de que Ronaldo veio do grande jogador brasileiro, Ronaldo Fenômeno, não foi este o homenageado por Seu Dinis.

Grande fã dos filmes de Ronald Reagan dos anos 40 e 50, Seu José continuava admirando o então presidente dos Estados Unidos, pelo Partido Republicano. Um símbolo do sonho americano, capaz de se tornar o ator e o homem mais poderoso do planeta depois de 'só' atuar em filmes.

Com influência da religião para definir o primeiro nome, o cinema de Hollywood e a política americana para o segundo, junto ao Dos Santos, da sua mãe e Aveiro, do seu pai, foi escolhido o nome que, anos mais tarde, viria a se tornar uma das marcas mais valiosas do futebol mundial.

Leia também